4 eventos ao vivo

Disney retoma negociações para comprar Fox, diz colunista

Será que o Universo X-Men finalmente fará parte do MCU?

29 nov 2017
15h46
atualizado às 15h57
  • separator
  • comentários

Segundo informa Mike Fleming Jr., colunista do Deadline , a Disney teria retomado as negociações para comprar a divisão de filmes e séries da 21st Century Fox com força total. De acordo com o jornalista, a família Murdoch manteria a posse de seus departamentos de esportes e notícias - incluindo canais como Fox News e Fox Sports -, enquanto os estúdios cinematográfico e televisivo da companhia tornariam-se as mais novas subsidiárias da empresa criada por Walt Disney.

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

Maiores informações ainda não foram divulgadas e nenhuma das duas gigantes do entretenimento se pronunciou sobre o novo desenrolar, mas a julgar pelo estilo de negócios praticado pela Disney na aquisição da Marvel e da Lucasfilm, o anúncio da concretização do novo acordo pode acontecer a qualquer momento. Fleming Jr. ainda ressaltou que a movimentação inspira mais preocupação do que entusiasmo nos bastidores. Afinal, se for finalizada, a aquisição pode gerar uma situação economicamente complicada, indesejada e até mesmo criminosa: a formação de um truste - ou seja, estrutura onde a empresa líder de mercado aprofunda seu monopólio e expande seu controle ao comprar suas concorrentes.

Assim como no Brasil, também há uma lei específica nos Estados Unidos que impede a formação de trustes. Mas caso o governo de Donald Trump não barre a negociação - por falta de precedentes jurídicos e legais para tanto, por exemplo -, a Disney tem plenas chances de adicionar a Fox à sua lista de conquistas - que conta, ainda, com canais como a ABC e a ESPN. Criativamente falando, a aquisição da Fox significaria que os X-Men, Deadpool e o Quarteto Fantástico poderiam se unir aos Vingadores no Universo Cinematográfico Marvel. Ainda, a aclamada série Legion, por exemplo, poderia fazer companhia às obras das telinhas da Marvel, tais como Demolidor e O Justiceiro.

Mas se isso, por um lado, expande as possibilidades narrativas para o MCU - muitas das tramas adaptadas dos quadrinhos para as telonas tiveram que ser reformuladas por causa da ausência dos mutantes -, por outro, também homogenizaria todas as adaptações da Marvel em termos de estilo e estética. Será que isso seria interessante? Ou seria melhor que tudo continuasse do jeito que está, com cada um em seu quadrado? O que você acha?

Veja também

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade