0

"Quero trazer o glamour de volta à TV", diz Sofia Coppola

A telinha pode ganhar mais uma grande cineasta. Só falta a proposta.

16 jun 2017
15h26
  • separator
  • comentários

Uma das diretoras mais bem-sucedidas de todos os tempos, Sofia Coppola conseguiu sair da sombra do pai, o lendário Francis Ford Coppola, e se estabelecer como uma voz importante dentro de um meio dominado pelos homens. Ganhadora do Oscar de Melhor Roteiro por Encontros e Desencontros e recém-premiada com o troféu de Melhor Direção no Festival de Cannes por O Estranho Que Nós Amamos, Coppola declarou que pode seguir os passos de algumas de suas colegas como Jane Campion (Top of The Lake) e Susanne Bier (The Night Manager) e dirigir sua própria minissérie.

Em entrevista à revista Vulture , a diretora revelou seu desejo de realizar uma obra televisiva nos moldes dos shows da década de 80: " Gostaria de fazer uma minissérie glamourosa, apesar de eu saber que elas são chamadas de séries limitadas hoje em dia. Acho que as séries tornaram-se muito enérgicas e ousadas. Gostaria de trazer o glamour de volta à televisão ". Ainda não há nada concreto mas, a julgar pelas palavras de Coppola, pode-se dizer que a sua transição para a TV é apenas uma questão de tempo. A diretora citou The Thorn Birds , popular minissérie dos anos 1980 sobre um padre que precisa decidir se segue sua vocação ou seu coração, como uma de suas influências.

Fã de O.J.: Made in America e Breaking Bad, Sofia Coppola voltará às telas brasileiras com suspense O Estranho que Nós Amamos , no dia 10 de agosto. O longa, refilmagem da obra homônima de 1971, dirigida por Don Siegel e estrelada por Clint Eastwood, inverte as perspectivas: dessa vez, acompanhamos a história de um soldado confederado ferido em combate (Colin Farrell) pelo olhar das mulheres (Nicole Kidman, Kirsten Dunst e Elle Fanning) que o acomodam em uma grande e gótica mansão no sul dos Estados Unidos. Confira aqui nossa entrevista exclusiva com Sofia Coppola!

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade