0

Qual será o futuro dos super-heróis da Marvel na Netflix? (Análise)

Existe vida após cancelamento?

15 jun 2019
09h41
  • separator
  • 0
  • comentários

Chega ao fim o Universo Compartilhado dos Defensores da Marvel na Netflix. E agora, será que nunca mais veremos Matt Murdock e Jessica Jones combatendo vilões movidos pela força da raiva?

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

Com o lançamento da terceira temporada de Jessica Jones, na última sexta-feira, agora a gigante do streaming está oficialmente livre de compromisso com as adaptações dos quadrinhos da Marvel. Demolidor, Punho de Ferro, Luke Cage e até a derivada O Justiceiro também já encerraram as suas jornadas, após os cancelamentos que vieram em cascata no fim de 2018. A decisão de cancelar as séries, que supostamente veio direto da própria Netflix, até coloca os heróis "de volta no mercado", mas não significa que um resgate — ou a futura aparição do grupo em outro canal de streaming — seja necessariamente a regra.

Logo após o cancelamento de Demolidor — entre todas as produções da Marvel/Netflix, certamente a mais unânime —, muito se especulou sobre o herói da Cozinha do Inferno não demorar muito para ressurgir em algum lugar. E, de fato, a possibilidade existe, já que o Hulu demonstrou interesse em renovar a série para uma possível quarta temporada. Ainda assim, o streaming que agora pertence quase totalmente à Disney passa por um bloqueio.

Existe uma cláusula padrão nos contratos da Netflix com estúdios externos para suas séries. Tal item previne que as séries sejam exibidas em outros canais por um período de tempo significante, que pode variar entre 2 e 7 anos. Isso faz com que uma continuação em outra plataforma, seja um canal de streaming concorrente ou um de TV tradicional, seja muito inviável. No caso da Marvel, esta cláusula vale até, pelo menos, 2020.

Com o iminente lançamento do Disney+, o canal de streaming da Disney, a Netflix está prestes a, possivelmente, sofrer a sua maior concorrência. Aliado a isso, a Casa do Mickey Mouse já anunciou várias séries da Marvel para o Disney+ que terão ligação direta com o Universo Cinematográfico Marvel. É natural que isso mine o interesse em outras produções que não tenham uma grande participação na saga dos cinemas, e talvez este tenha sido um dos motivos que levou Os Defensores ao cancelamento.

A reflexão é que, mesmo sendo um sucesso consolidado nas telonas, a Marvel segue tendo dificuldade de emplacar algo nas telinhas. A veterana Agents of S.H.I.E.L.D., é claro, alcançou o seu lugar, mas nunca chegou perto de ter a relevância de algum longa-metragem da linha de Kevin Feige.

A esperança, em outras escalas, recai sobre séries menores, que não apresentam a ambição de estarem necessariamente ligadas ao UCM — Manto & Adaga e Runaways, por exemplo —, enquanto o Hulu também investe em seu "microverso" em animação focado em Howard the Duck.

De qualquer forma, não é completamente descartável a possibilidade de Demolidor reaparecer em algum lugar, em algum momento. O caso de Jessica Jones é mais improvável, já que a própria showrunner Melissa Rosenberg assinou um contrato de produção com a Warner. Mas, aos fãs de Matt Murdock, é melhor não prender a respiração esperando Charlie Cox vestir o manto novamente.

AdoroCinema
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade