3 eventos ao vivo

Oscar 2020: Secretário da Cultura e PSDB ironizam indicação de Democracia em Vertigem

Documentário foi chamado de ficção em tweet do PSDB.

13 jan 2020
17h26
  • separator
  • 0
  • comentários

Após a recente divulgação dos indicados oficiais à 92ª edição do Oscar, boa parte do público brasileiro vibrou ao ver um representante nacional dentre os escolhidos — o documentário Democracia em Vertigem, comandado por Petra Costa. No entanto, devido a seu teror político dentro da narrativa, a decisão foi questionada por partidos como o PSDB, e até mesmo pelo Secretário da Cultura, Rodrigo Alvim.

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

Em declaração para a Coluna da Folha, Rodrigo falou o seguinte: "Se fosse na categoria ficção, estaria correta a indicação". Quem também usou da mesma lógica argumentativa foi o perfil do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) no Twitter, que realizou um post em tom irônico parabenizando a obra de Petra pela "indicação de melhor ficção e fantasia". 

Por outro lado, políticos como o ex-presidente Lula e a deputada Manuela d'Ávila se mostraram contentes com a presença do documentário na lista: "Parabéns, Petra Costa, pela seriedade com que narrou esse importante período de nossa história. Viva o cinema nacional", disse Lula em suas redes sociais. 

Responsável por obras aclamadas internacionalmente, como Elena e O Olmo e a Gaivota, Petra Costa estrelou na lista do New York Times com Democracia em Vertigem, considerado pelo veículo como uma das melhoras obras de 2019. No longa, ela mistura experiências pessoais à própria perspectiva dos eventos que cercaram o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. 

AdoroCinema
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade