0

Oscar 2020: Petra Costa faz protesto no tapete vermelho

A cineasta criticou a invasão de terras indígenas e a falta de respostas sobre quem matou Marielle

10 fev 2020
11h54
  • separator
  • 0
  • comentários

A diretora do documentário Democracia em Vertigem compareceu ao Oscar, e aproveitou a oportunidade para protestar contra as queimadas recorrentes na Amazônia. Acompanhada de sua equipe de produção, Petra Costa levantou placas com as hashtags #ActForTheAmazon (ato pela amazônia) e #ActForDemocracy (ato pela democracia).

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema


Petra Costa e equipe protestam contra governo Bolsonaro em tapete vermelho do Oscar

Além disso, a cineasta também escolheu a cor de seu vestido em homenagem à Marielle Franco, vereadora assassinada em março de 2018. A peça foi criada pelo americano Marc Bouwer.

Momentos antes de aparecer no tapete vermelho, Petra também publicou um stories onde perguntava quem teria matado Marielle. Veja abaixo:


Instagram (@Petracostal)Democracia em vertigem

Petra, que era a única mulher brasileira indicada ao Oscar 2020, perdeu a estatueta de Melhor Documentário para o longa Indústria Americana, que apresenta a história de um chinês que revoluciona o cenário econômico e cultural dos Estados Unidos ao iniciar seu próprio negócio.

Lançado no ano passado, Democracia em Vertigem é um retrato da polarização política brasileira. O longa propõe reflexões sobre o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, a prisão do ex-presidente Lula, e a eleição de Jair Bolsonaro à presidência.

Oscar 2020

  • Surpresas e esnobados na premiação
  • Veja os memes e gifs da premiação
AdoroCinema
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade