3 eventos ao vivo

Netflix declara pesar sobre acusações de abuso contra Spacey

Plataforma online revela preocupação com o caso e Beau Willimon declara apoio a Anthony Rapp.

30 out 2017
18h44
atualizado em 31/10/2017 às 16h27
  • separator
  • 1
  • comentários

Após anunciar o fim de House of Cards, a Netflix declarou seu pesar pela acusação de abuso sexual de Anthony Rapp (Star Trek: Discovery) contra Kevin Spacey. "Estamos profundamente perturbados pelas notícias da noite passada envolvendo Kevin Spacey", escreveu a plataforma online, em declaração conjunta com a produtora Media Rights Capital, ao TVLine. As empresas ainda afirmaram ter enviado seus representantes ao set da série, em Baltimore, para garantir "o apoio e a segurança" de toda a equipe.

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

Criador da série, Beau Willimon lançou uma declaração muito semelhante, ao BuzzFeed (via Deadline), revelando profundo incômodo com o caso. "Durante o tempo em que trabalhei com Kevin Spacey em House of Cards, eu nunca testemunhei ou fui alertado sobre qualquer comportamento inapropriado dentro ou fora do set. Dito isso, eu tomo os relatos de tal comportamento muito a sério e essa não é exceção. Sinto muito por Mr. Rapp e apoio a sua coragem", declarou Willimon.

Kevin Spacey foi acusado de assediar Anhony Rapp em uma festa em sua casa, em 1986, quando a vítima tinha apenas 14 anos. O premiado ator, que já tinha 26 anos, teria pegado o garoto no colo e se deitado sobre ele. Assustado, Rapp teria se desvencilhado e se escondido no banheiro.

Político plagiariza discurso de House of Cards
AdoroCinema
  • separator
  • 1
  • comentários
publicidade