0

Martin Scorsese manda carta para Bong Joon Ho, diretor de Parasita

Diretor de O Irlandês havia sido homenageado por colega cineasta no discurso do Oscar.

19 fev 2020
14h55
atualizado às 16h55
  • separator
  • 0
  • comentários

Um dos momentos mais emocionantes do Oscar 2020 foi quando Bong Joon Ho ganhou sua terceira (e penúltima) estatueta por Parasita, na categoria de Melhor Direção. No discurso, ele homenageou o colega cineasta Martin Scorsese, que aparentemente também admira o trabalho do diretor sul-coreano.

Foto: Chung Sung-Jun/Getty Images / AdoroCinema

Durante uma coletiva de imprensa em Seul, na Coreia do Sul, nesta quarta-feira (18), Bong, o elenco e equipe do filme estiveram presentes para comentar a honra de terem levado quatro prêmios no Oscar, incluindo Melhor Filme. Na ocasião, o cineasta afirmou que estava pronto para uma pausa depois de uma campanha bem-sucedida e exaustiva do Oscar, mas disse que Martin Scorsese lhe enviou uma carta, alegando que gostaria que ele voltasse ao trabalho rapidamente.

"Acabei de ler a carta dele algumas horas atrás e foi uma honra", comentou Bong. "Ele disse que eu fiz um bom trabalho e deveria descansar, mas apenas um pouco, porque ele e todos os outros estavam esperando ansiosamente pelo meu próximo filme".

Anteriormente, em seu agradecimento no Oscar, Bong Joon Ho afirmou: "Quando eu era jovem e estudava cinema, havia um ditado que eu entalhava profundamente em meu coração: 'O mais pessoal é o mais criativo'. Isso vem do nosso grande Martin Scorsese", disse sobre o colega cineasta, que também concorria na categoria de Melhor Direção por O Irlandês e foi ovacionado quando citado no discurso.


Elenco e equipe de Parasita.

Vencedor do Oscar

A vitória de Parasita como Melhor Filme configurou o primeiro filme fora do idioma inglês a ganhar a categoria principal nos 92 anos de história do Oscar e o primeiro filme sul-coreano a ganhar um Oscar em qualquer categoria. O longa-metragem também ganhou a prestigiada Palma de Ouro no Festival de Cannes 2019.

Enquanto Bong Joon Ho observou que Parasita já teve sucesso comercial na América do Norte, França, Vietnã, Japão, Reino Unido e na sua terra natal, Coreia do Sul, mesmo antes de seu triunfo no Oscar, ele também afirmou que significa algo mais: "Independentemente das conquistas no Oscar, o maior prazer e o maior significado foi o fato de que muitos espectadores em todo o mundo de nossos tempos responderem ao filme."

A vitória de Parasita no Oscar significa mais do que você percebeu (Opinião)

Bong disse que a história do filme não tem apenas elementos "engraçados, cômicos", mas também "naturezas amargas e dolorosas" da disparidade entre os que têm e os que não têm na sociedade moderna. "Eu não queria evitar essa parte nem um pouco", disse o diretor. "O público pode odiar ou sentir-se desconfortável em assistir... Mas eu pensei que a única opção que posso ter para este filme é retratar o mundo em que vivemos o mais francamente possível, embora isso possa ser arriscado comercialmente".

O premiado Parasita recentemente retornou aos cinemas.

Veja também:

AdoroCinema
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade