0

Lindsay Lohan sai em defesa de Harvey Weinstein, acusado de assediar atrizes sexualmente

"Estou me sentindo mal por ele. Não acho que o que está acontecendo é certo".

11 out 2017
11h13
  • separator
  • comentários

Após pedir para que o povo estadunidense parasse de fazer bullying contra o Presidente Donald Trump, Lindsay Lohan saiu em defesa de Harvey Weinstein, acusado por inúmeras atrizes de Hollywood — como Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow e Rose McGowan — de assédio sexual e estupro. Segundo a protagonista do popular Meninas Malvadas, o que está acontecendo com o produtor "precisa parar":

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

" Estou me sentindo muito mal por Harvey Weinstein. Não acho que é certo o que está acontecendo. Acho que Georgina [Chapman, esposa de Weinstein que declarou que pretende se divorciar dele] precisa se posicionar e apoiar o marido. Ele nunca fez nada contra mim ou fez qualquer coisa errada comigo. Nós fizemos muitos filmes juntos e acho que as pessoas precisam parar. Isso é errado ", declarou Lohan em um vídeo feito para o Instagram (via Variety ). O conteúdo foi compartilhado na internet — confira abaixo — antes que a atriz o deletasse de seu perfil na rede social.

Com a publicação, Lohan tornou-se a primeira atriz a defender Weinstein publicamente, demitido de sua própria companhia no início da semana. O posicionamento coloca a intérprete na contramão do movimento atual — e ao lado da fashionista Donna Karan, que afirmou que as mulheres pediram pelo abuso sofrido —; marcado por uma onda de testemunhos e depoimentos de vítimas de Weinstein, o processo de exposição dp produtor também é assinalado por ferrenhas críticas contra o comportamento do magnata de Hollywood, realizadas por atrizes como Meryl Streep, Brie Larson, Jennifer Lawrence, Cate Blanchett e Kate Winslet.

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade