1 evento ao vivo

'GoT': Sophie Turner comenta polêmica fala de abuso

Atriz explicou qual é o seu ponto de vista a respeito da declaração de sua personagem no episódio 4 da temporada final.

21 mai 2019
15h40
atualizado às 16h19
  • separator
  • comentários

Em uma entrevista concedida ao The New York TimesSophie Turner comentou a polêmica fala de Sansa ao Cão de Caça (Rory McCann) no episódio 4 da 8ª temporada de Game of Thrones, quando a persongem diz que "sem Mindinho, Ramsay e o resto, teria sido um Passarinho a vida toda."

Foto: Helen Sloan/HBO / AdoroCinema

A atriz pondera: "Eu obviamente penso que essa não é uma mensagem que deve ser divulgada. Mas não acho que essa tenha sido a intenção", afirmou, sobre a interpretação de que ela estaria dando crédito aos abusadores pela personagem forte que se tornou.

"É que ela era forte apesar de todas as coisas horríveis pelas quais ela passou, e não por causa deles. Ela demonstrou resiliência desde o início, e apesar de todas as coisas horríveis que aconteceram com ela, manteve essa resiliência. Sansa no seu íntimo é resiliente, corajosa e forte, e isso não tem relação alguma com seus abusadores."

No episódio escrito pelos showrunners da série, David Benioff e D.B. Weiss, Sansa e o Cão se reúnem no banquete após a vitória na Batalha de Winterfell. Sandor relembra o momento em que conheceu Sansa, quando ela não conseguia olhar em seus olhos, e ela retruca dizendo que isso "foi há muito tempo", e que ela "viu coisas piores desde então."  

Sandor continua a conversa dizendo que "ouviu falar que a dilaceraram, que dilaceraram sem dó", em uma clara referência ao abuso sexual e psicológico que ela sofreu nas mãos de Ramsay (Iwan Rheon).

A Lady de Winterfell responde que "ele recebeu o que merecia", e que ela se certificou disso, quando o deixou para ser comido pelos cães no fim da Batalha dos Bastardos.

Clegane, então, afirma: "Você mudou, Passarinho. Nada teria acontecido se tivesse fugido de Porto Real comigo. Nada de Mindinho, nada de Ramsay. Nada disso." Sansa finaliza com a polêmica resposta: "Sem Mindinho, Ramsay e o resto, eu teria sido um Passarinho a vida toda."

Sobre o final de Sansa, que termina a série coroada como rainha de Winterfell, Turner ficou bem contente.

"Eu amei. É o único lugar em que ela se sente realmente protegida. É o lugar que ela é mais capaz de comandar. Ela seria uma governante justa e amada, e é o que ela buscou durante toda a série: voltar para casa, proteger a sua casa. E finalmente ela consegue isso."

Veja também:

 

AdoroCinema
  • separator
  • comentários
publicidade