9 eventos ao vivo

'Friends' quase perdeu Aniston no meio da 1ª temporada

A atriz estava trabalhando em outra série, para um canal concorrente, e a NBC temeu que pudesse perdê-la em uma possível continuação

22 ago 2019
19h35
atualizado em 23/8/2019 às 11h02
  • separator
  • 0
  • comentários

25 anos depois, Friends não apenas fez história na televisão como alçou algumas pessoas ao estrelato — entre elas, Jennifer Aniston. A atriz que ficou marcada pelo papel de Rachel Karen Green, no entanto, quase precisou dar adeus à comédia na metade da primeira temporada. Já pensou?

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

Quando Friends estreou na NBC, Aniston já havia gravado vários episódios de uma comédia da CBS, intitulada Muddling Through, que não havia ido ao ar. Quando a CBS decidiu agendá-la para a grade do verão, na zona "relativamente morta" das noites de sábado (ou seja, sem fortes concorrências), a NBC ficou com medo de eventualmente perder Aniston, quando ela precisasse retornar para continuar as filmagens de Muddling Through. Sabendo disso, o então presidente da NBC Warren Littlefield ligou para o "guru de programação" do canal com a ordem para matar a série da concorrência.

O tal guru, Preston Beckman, tinha uma carta na manga: vários telefilmes não-lançados, que adaptavam romances de Danielle Steel. As obras praticamente garantiam atrair o público feminino, e os filmes foram sendo agendados para baterem diretamente no mesmo horário de Muddling Through.

O resultado? Você já pode imaginar. A série sobre uma ex-detenta trabalhando como gerente de hotel e sua família complicada não teve chances. E Marta KauffmanDavid Crane mantiveram seu elenco intacto. Por dez temporadas.

Esta história, contada pela Entertainment Weekly, estará no livro Generation Friends: An Inside Look at the Show That Defined a Television Era, escrito por Saul Austerlitz, que será lançado nos Estados Unidos no dia 17 de setembro, para a comemoração do aniversário da série. 

Veja também:

Jared Leto criou uma seita para o 30 Seconds To Mars?

 

AdoroCinema
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade