7 eventos ao vivo

Festival Varilux 2017: Perdidos em Paris revisita o humor de Chaplin no último filme de Emmanuelle Riva (Entrevista Exclusiva)

Conversamos com Dominique Abel e Fiona Gordon.

18 jun 2017
09h56
  • separator
  • comentários

Eles são os diretores, roteiristas e, ufa!, protagonistas de Perdidos em Paris. Tem sido assim há 40 anos, desde que  Dominique Abel e  Fiona Gordon se encontraram, se apaixonaram e passaram a trabalhar juntos. No Brasil para divulgar seu novo longa-metragem, em exibição no Festival Varilux de Cinema Francês, a dupla conversou com o

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

AdoroCinema

.



"Estamos acostumados a escolher nossas cores, enquadramentos, o que dizemos, como nos movemos. Seria estranho ter alguém escrevendo para nós"

, disse Dominique Abel.

"Não consideramos que estamos interpretando um papel. Escrevemos para nós mesmos, levando em consideração nossas forças e fraquezas. Então, precisamos dirigir tudo"

, complementa Fiona.



Além de trazer um mendigo que se parece bastante com o Carlitos de Charles Chaplin,

Perdidos em Paris

é o último filme estrelado por Emmanuelle Riva, que faleceu em janeiro deste ano.

"Foi incrível trabalhar com Emmanuelle porque sua personalidade mudou nossa forma de ver a personagem. Ela era uma mulher muito independente e apaixonada, muito forte, que nunca se casou nem teve filhos porque vivia para suas paixões, o teatro e o cinema"

, afirmou Fiona.



Com lançamento no circuito comercial brasileiro para 6 de julho,

Perdidos em Paris

integra a programação do Festival Varilux de Cinema Francês, que irá até o próximo dia 21.



AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade