0

Festival de Cannes 2017: Crise de imigrantes é tema de realidade virtual criada por Alejandro G. Iñárritu

Carne y Arena foi a primeira obra do gênero exibida em Cannes.

19 mai 2017
22h16
  • separator
  • comentários

Ao longo de 70 edições, o festival de Cannes já apresentou os mais diversos tipos de filmes, mas 2017 foi o primeiro ano em que o evento recebeu uma experiência de realidade virtual.

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

O responsável pela obra é o mexicano Alejandro González Iñárritu, diretor de Babel, Birdman e O Regresso. Em Carne y Arena , ele conduz os visitantes de Cannes - apenas três por vez - através de uma espécie de galpão simulando um deserto, onde recebem óculos especiais de VR ("virtual reality").

De acordo com o site Deadline, as imagens retratam uma família de imigrantes tentando atravessar uma fronteira. Eles estão em estado crítico, mal conseguindo caminhar. Todos os personagens foram extraídos de relatos reais.

Então, guardas chegam com armas apontando para os imigrantes, e o visitante da exposição, situado no grupo estrangeiro, também se ajoelha e levanta os braços. Por fim, a câmera entra no peito dos guardas e dos imigrantes, para mostrar que lá dentro bate um mesmo coração.

Devido às restrições de tempo, menos de 1000 pessoas poderão ver Carne y Arena em Cannes.



compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade