0

Após polêmica, Festival de Cannes muda as regras para 2018

A divergência envolve a distribuição dos filmes da Netflix em circuito tradicional.

10 mai 2017
15h55
atualizado às 16h32
  • separator
  • comentários

A Seleção Oficial do Festival de Cannes 2017 surpreendeu ao abrir um novo precedente e dar boas-vindas a dois filmes em competição produzidos pela Netflix: Okja, de Bong Joon-Ho (Expresso do Amanhã), e The Meyerowitz Stories, de Noah Baumbach. A abertura para filmes que vão direto para a Internet em um festival tão tradicional como Cannes foi bem recebida pelos entusiastas da renovação, mas nem tudo são flores.

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

Após o canal de streaming ter se recusado a distribuir os dois filmes em circuito nas salas de cinema da França, foram feitas alterações nas regras do festival para a partir de 2018. Em comunicado, a organização de Cannes anunciou:

"O Festival tem o prazer de receber um novo operador que decidiu investir em cinema e quer reiterar o seu suporte ao modo de exibição tradicional do cinema na França e no mundo. Consequentemente, após consulta com os Membros do Conselho, o Festival de Cannes decidiu adaptar suas regras para esta situação até agora despercebida: qualquer filme que desejar participar da Competição em Cannes terá que se comprometer a ser distribuído nos cinemas da França. Esta nova medida será aplicada a partir da edição 2018 do Festival Internacional de Cannes em diante."

O Festival de Cannes ainda esclareceu que tanto Okja quanto The Meyerowitz Stories seguem na programação deste ano, estando ciente de que alguns rumores cogitaram a possibilidade de ambos serem retirados da competição. Já a Netflix não se pronunciou oficialmente, mas o CEO Reed Hastings comentou no seu perfil do Facebook que "a coorporação está se fechando contra nós".

O 70º Festival Internacional de Cannes acontece entre 17 e 28 de maio.

Veja também

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade