0

Festival de Annecy 2018: Cinema brasileiro de animação é destaque na programação

Mostra especial, livro, longas e curtas em competição...

12 jun 2018
08h22
  • separator
  • comentários

Annecy está mais brasileiro do que nunca. O tradicional evento francês sempre olhou com atenção para o cinema nacional, premiando recentemente filmes como Uma História de Amor e Fúria e O Menino e o Mundo.

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

Em 2018, O Festival de Animação de Annecy irá comemorar os 100 anos da animação brasileira. E são vários os eventos celebrando o Brasil. O evento preparou mostras paralelas exibindo inúmeros curtas e séries animadas com produção brasileira. Principal evento nacional dedicado ao gênero, o Anima Mundi estará presente em Annecy como curador de cinco mostras: três de curtas-metragens, uma de séries para a TV e uma de filmes de encomenda/publicitários.

Nesta segunda-feira, 11 de junho, foi realizado o lançamento do livro "Animação Brasileira - 100 Filmes Essenciais", produzido por Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine), Associação Brasileira de Cinema de Animação (ABCA), Canal Brasil e Editora Letramento.

"O livro Animação Brasileira: 100 Filmes Essenciais chega no momento em que completamos 100 anos de atividade no Brasil. Apesar da importância de sua história e do vigor demonstrado nos últimos anos, seja por ocupação das TVs e cinemas ou através do reconhecimento internacional, o cinema de animação não era foco de atenção da crítica. Quem estava esperando por esse olhar investigativo vai se surpreender com os 100 textos e 23 ensaios que mergulham na história e identidade da animação brasileira", destacou o produtor e diretor Arnaldo Galvão, especializado no cinema da animação.


No mesmo sentido, o presidente da Abraccine, Paulo Henrique Silva, apontou: "Após começarmos a fazer o livro em parceria com a ABCA, percebemos que muitos filmes nunca tinham sequer recebido um texto na imprensa. Isso foi muito marcante para nós e nos devolve a sensação de um papel relevante da crítica para o desenvolvimento do próprio cinema. Como Annecy resolveu homenagear a animação do país, surgiu a possibilidade de realizar o lançamento do livro lá, dentro de uma extensa programação celebrativa. Estamos muito felizes em participar desta comemoração, sublinhando o importante momento da técnica no Brasil. Produzimos um livro que será referência no estudo da 'animatografia' nacional."

O Brasil também se faz presente na mostra competitiva de longas com o inédito Tito e os Pássaros. Dentre os curtas, Almofada de PenasGaroto transcodificado a partir de fosfenoMil Beijos são os destaques nacionais.

O AdoroCinema irá cobrir o Festival de Annecy 2018 com o editor Lucas Salgado, que integra o júri da crítica do evento.

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade