2 eventos ao vivo

É Tudo Verdade 2019: Cine Marrocos, sobre ocupação em cinema de São Paulo, é eleito o melhor filme brasileiro

Confira a lista completa de vencedores.

15 abr 2019
09h44
  • separator
  • comentários

Na noite de 14 de abril, chegou ao fim a 24ª edição do Festival Internacional de Documentários É Tudo Verdade, com o anúncio dos vencedores durante uma cerimônia no Itaú Cultural, em São Paulo.

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

Cine Marrocos, de Ricardo Calil, foi eleito o melhor filme brasileiro pelo júri oficial. O projeto acompanha a vida dos moradores que ocuparam o extinto Cine Marrocos, na capital paulista. Eles são convidados para participarem de oficinas de teatro e recriarem, dentro do local desativado, cenas dos filmes exibidos décadas atrás.

Nas seções paralelas, O Caso Hammarskjöld, de Mads Brügger, foi eleito o melhor filme internacional, e Piazzolla: Os Anos do Tubarão, de Daniel Rosenfeld, venceu o prêmio de melhor documentário latino-americano. O primeiro investiga o possível assassinato do antigo secretário-geral da ONU, Dag Hammarskjöld, enquanto o segundo relembra a trajetória do músico Astor Piazzolla.


Piazzolla: Os Anos do Tubarão

Veja a lista completa de premiados:

Competição brasileira

Melhor longa-metragem: Cine Marrocos, de Ricardo Calil
Menção honrosa em longa-metragem: Estou me Guardando para Quando o Carnaval Chegar, de Marcelo Gomes
Melhor curta-metragem: Sem Título #5: A Rotina Terá seu Enquanto, de Carlos Adriano

Competição internacional

Melhor longa-metragem: O Caso Hammarskjöld, de Mads Brügger
Prêmio especial do júri: Meu Amigo Fela, de Joel Zito Araújo
Menção honrosa em longa-metragem: Hungria 2018 - Bastidores da Democracia, de Eszter Hajdú
Melhor curta-metragem: Nove Cinco, de Tomás Arcos
Menção honrosa de curta-metragem: Lily, de Gruben

Competição latino-americana

Melhor longa-metragem: Piazzolla - Os Anos do Tubarão, de Daniel Rosenfeld
Menção honrosa: Maricarmen, de Sergio Morkin

Premiações paralelas

Prêmio Aquisição Canal Brasil para curtas-metragens: A Primeira Foto, de Tiago Pedro
Prêmio ABRACCINE de longa-metragem: Estou me Guardando para Quando o Carnaval Chegar, de Marcelo Gomes
Prêmio ABRACCINE de curta-metragem: Planeta Fábrica, de Júlia Zakia
Prêmio ABD-SP de longa-metragem: Soldados da Borracha, de Wolney Oliveira
Prêmio ABD-SP (menção honrosa de longa-metragem): Estou me Guardando para Quando o Carnaval Chegar, de Marcelo Gomes
Prêmio ABD-SP de curta-metragem: Vento de Sal, de Anna Azevedo
Prêmio ABD-SP (menção honrosa de curta-metragem): Planeta Fábrica, de Júlia Zakia
Prêmio Mistika de curta-metragem: Sem Título #5: A Rotina Terá seu Enquanto, de Carlos Adriano


Leia as nossas críticas do 24º Festival É Tudo Verdade:

A Arrancada
A Beira
Agora Algo Está Mudando Lentamente
Carta a Theo
Cine Marrocos
Dorival Caymmi - Um Homem de Afetos
Estou me Guardando para Quando o Carnaval Chegar
Fotografação
Hungria 2018 - Bastidores da Democracia
Maria Luiza
Maricarmen
Memórias do Grupo Opinião
Meu Amigo Fela
Mike Wallace Está Aqui
Niède
O Caso Hammarskjöld
Piazzolla: Os Anos do Tubarão
Reconstruindo Utoya
Retrato Chinês
Rumo
Soldado Estrangeiro
Soldados da Borracha
Ziva Postec - A Montadora por Trás do Filme Shoah

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade