7 eventos ao vivo

Criador de One Tree Hill é acusado de assédio por roteirista

O elenco da série se pronunciou a favor da denúncia.

14 nov 2017
11h05
atualizado às 13h01
  • separator
  • comentários

A roteirista Audrey Wauchope veio a público denunciar um caso de assédio sexual que sofreu enquanto trabalhava na série One Tree Hill . Sophia Bush e outras protagonistas da série se declararam publicamente demonstrando apoio a Wauchope.

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

Ela escreveu no Twitter:

"À luz da reportagem sobre Andrew Kreisberg, alguns pensamentos sobre meu primeiro trabalho como roteirista que eu vim querendo falar há alguns anos, mas nunca tive coragem. Quando eu tinha 29 anos, eu e Rachel Specter fomos contratadas como roteiristas.

Dizer que estávamos animadas é uma atenuação. Dizer que deixamos o trabalho desmoralizadas e confusas também é uma atenuação. Uma das primeiras coisas que nos falaram foi que o showrunner contratou roteiristas mulheres com base nas suas aparências. É por isso que vocês estão aqui - ele quer transar com vocês.

[...]

Imagine sentir pelo resto da sua carreira que você é possivelmente uma impostora - que talvez, só talvez, você só está ali porque você é um corpo, não uma mente [...]

Continuando. Os roteiristas sentavam em sofás. As mulheres tentavam ficar nos lugares onde o showrunner não sentaria, para não serem tocadas. Frequentemente, homens ajudariam sentando ao lado dele, assim protegendo as mulheres. Às vezes não dávamos sorte e ele espremia seu corpo nojento entre nós e colocava seus braços ao nosso redor, sorrindo. Ele mexia no cabelo. Fazia massagem nos ombros. Eu sabia que ele fazia mais, mas não comigo então estas histórias não são minhas para contar."

Apesar de Wauchope não falar o nome do showrunner em questão, o seu primeiro trabalho foi em One Tree Hill , o que leva à conclusão óbvia de se tratar de Mark Schwahn, criador da série. Ela ainda foi além, e esclareceu que não se trata de Cougar Town, onde ela e Specter também trabalharam juntas.

Após isso, Sophia Bush, Hilarie Burton e Bethany Joy Lenz demonstraram seu apoio às roteiristas, em mensagens publicadas no Twitter.

"Para o registro. Eu apoio Audrey. E aos caras malvados? É. F*dam-se suas desculpas."

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade