1 evento ao vivo

Compra da Fox pela Disney deve ser finalizada em 2019

Os ajustes finais permitirão que a casa de Mickey Mouse finalmente possa utilizar as propriedades do lendário e finado estúdio.

13 abr 2018
15h02
atualizado às 15h24
  • separator
  • comentários

Um acordo de mais de US$ 66 bilhões não pode ser concretizado da noite para o dia. E é por isso mesmo que, segundo informa o Deadline, a compra da Fox pela Disney só deve ser finalizada em meados de 2019. Peter Rice, presidente do finado estúdio adquirido pela casa de Mickey Mouse, reuniu-se com acionistas para reiterar a validade do acordo e atualizar o prazo para conclusão do negócio, cujos retoques finais serão dados ao término do cronograma estabelecido anteriormente pelas duas companhias para o arremate da compra: aproximadamente 18 meses após o martelo ter sido batido, em dezembro de 2017.

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

A partir da aquisição bilionária, que também servirá para quitar algumas dívidas da Fox, a Disney terá controle total sobre todas as propriedades criativas que hoje estão de posse da 20th Century Fox. Isso quer dizer que os mutantes dos X-Men, as séries do FX e parte das ações sobre o Hulu, entre outras propriedades intelectuais, ficarão sob domínio da Disney - marcando, assim, os últimos dias de um lendário estúdio de Hollywood, que ficou na ativa por mais de oito décadas -; por outro lado, a 21th Century Fox seguirá dona de seus departamentos de jornalismo e de esporte, entre outras divisões, que incluem as tradicionais emissoras Fox News e Fox Sports.

Ainda não existem maiores informações sobre quais são os planos da Disney para as propriedades intelectuais da Fox. Já é de conhecimento comum, no entanto, o fato de que haverá um período de transição de alguns anos - sete, segundo estimativas -; isso quer dizer, portanto, que os X-Men só poderão integrar o Universo Cinematográfico Marvel em uma vindoura Fase da constelação de obras de super-heróis do estúdio. Outro ponto importante é aquele que tange aos serviços de streaming: a Disney, que agora é uma das sócias majoritárias do Hulu, segundo player do segmento atrás apenas da Netflix, planejava fazer sua própria plataforma antes do acordo ser anunciado. Assim, resta aguardar para saber qual será a posição da casa de Mickey Mouse em relação à propriedade recém-adquirida.

Vale ressaltar, por outro lado, que a aquisição ainda pode ser embargada. Além de rumores de que a Comcast, conglomerado midiático que comanda a Universal, pode tentar cobrir a oferta da Disney pela Fox, a compra bilionária segue sendo avaliada pelo Congresso norte-americano, que deseja determinar se o acordo configura formação de truste - quando uma empresa que já detém parte do monopólio de sua indústria aumenta seu controle sobre seu mercado de atuação - ou não.

Ah, e mais uma coisa, Peter Rice também revelou qual é o seu personagem favorito da Disney - o Pateta.

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade