2 eventos ao vivo

Christian Bale recusou três vezes o convite para protagonizar O Exterminador do Futuro - A Salvação

E ele meio que só aceitou para provar que podia fazer o filme funcionar.

10 jan 2018
13h25
  • separator
  • comentários

Christian Bale é um dos maiores atores de sua geração. Afirmar isso, contando com todas as suas performances de alto nível e os inúmeros prêmios recebidos por elas, não é nenhuma loucura. No entanto, nem mesmo um artista do calibre do protagonista de filmes como O Cavaleiro das Trevas e A Grande Aposta pôde salvar O Exterminador do Futuro - A Salvação. Inclusive, Bale sequer queria participar da produção, como ele mesmo revelou em entrevista à MTV (via CinemaBlend ):

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

"Eu recusei o papel três vezes. Pensei que a franquia... Disse para mim mesmo, 'Não, não há nada aí' [...] Foi uma série de eventos desafortunados envolvendo a greve de roteiristas, envolvendo Jonathan Nolan, que tinha começado a trabalhar em um roteiro fantástico mas teve que deixar a produção por causa de outro compromisso. E é um grande espinho para mim porque eu gostaria de que tivéssemos revivido a franquia. E infelizmente, durante a produção, dava pra ter certeza de que isso não aconteceria. É uma pena", contou Bale.

Com a saída do criador da aclamada Westworld - seu amigo desde os tempos da trilogia Cavaleiro das Trevas - e sabendo que o roteiro não valeria a pena sem Nolan, por que é que Bale aceitou continuar na produção? Bem, para provar que ele poderia fazer A Salvação ser um sucesso apesar de todos os problemas e reticências: "Eu tenho esse lado perverso em mim, e as pessoas me diziam que eu não aceitaria aquele papel de jeito algum, e eu também estava pensando nisso. Mas quando as pessoas começaram a verbalizar isso, eu comecei a pensar, 'Ah é? Tudo bem, vejam só isso'".

Por sorte, o ator, que reconheceu que A Salvação lhe ensinou lições valiosas sobre sua carreira e suas escolhas, conseguiu dar a volta por cima rapidamente. Logo após finalizar as gravações da ação dirigida por McG, o astro assegurou o papel de Dicky Ecklund, em O Vencedor. Por causa da brilhante performance no filme de David O. Russell (O Lado Bom da Vida), Bale garantiu seu primeiro Oscar. O resto é história.

Bale logo retornará às telonas brasileiras com Hostiles, trabalho pelo qual segue cotado para o prêmio de Melhor Ator da Academia do Oscar.

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade