7 eventos ao vivo

Paddington 2: The Weinstein Company tenta vender direitos do filme antes de declarar falência

Franquia britânica sobre o simpático ursinho foi um sucesso de bilheteria entre 2014 e 2015.

14 nov 2017
08h41
atualizado às 12h05
  • separator
  • comentários

The Weinstein Company busca um comprador para Paddington 2 antes de pedir proteção contra falência. A companhia dos irmãos Harvey e Bob Weinstein têm negociado com diversos estúdios, dentre eles, MGM e Sony — este, segundo a Variety, estaria em melhor posição na disputa, porém receoso de enfrentar problemas legais dada a situação crítica enfrentada pela empresa que vende o filme.

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

Após um período de glória em Hollywood, também cercado de controvérsias por sua influência escusa sobre votantes no Oscar e outras premiações importantes, The Weinstein Company entrou em derrocada após as acusações de assédio contra seu cofundador, Harvey Weinstein. No momento, seu conselho de diretores negocia com empresas de Wall Street um empréstimo milionário para sanar todas as suas dívidas de folha de pagamento.

Empresas como Vine Investment Advisors e Fortress Investment Group estariam envolvidas na possibilidade de negócio, que gira entre 20 e 35 milhões de dólares. Porém, o acordo se torna cada vez mais improvável, haja vista a perda de valor da empresa. A carta na manga da produtora é a contratação da empresa de consultoria FTI Consulting, conhecia por sua competência na área de reestruturação corporativa.

Baseado na franquia britânica criada por Michael Bond, As Aventuras de Paddington foi um sucesso no fim de 2014, arrecadando US$ 76 milhões somente nos Estados Unidos e um total de US$ 268 milhões no mundo todo sobre um orçamento de US$ 55 milhões. Sua estreia no Brasil está marcada para 1º de fevereiro de 2018.

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade