0

José de Abreu: "personagens mais difíceis são loucos, bêbados e velhos"

"Eu tive uma crise de choro no avião", conta Danton Mello, que se emocionou e se identificou com o relacionamento de pai e filho de seu novo filme.

26 mai 2018
10h14
atualizado às 12h30
  • separator
  • comentários

"É uma ideia completamente maluca, né?", lança José de Abreu, ditando de imediato a tônica desconstraída do bate-papo exclusivo do AdoroCinema com o elenco de Antes Que Eu Me Esqueça. Apaixonado pelo projeto desde a primeira leitura, o experiente ator revela a nuance de seu personagem, Polidoro, que o atraiu ao projeto: "A gente costuma dizer que os personagens mais difíceis são loucos, bêbados e velhos", conta o ator, explicando que o desafio é não cair no ridículo ao construir esse tipo.

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

Companheiro de cena e na entrevista, Danton Mello vai além e admite: não se conteve de emoção quando leu o roteiro pela primeira vez. "Eu tava no avião, indo visitar as minhas filhas, e tive uma crise de choro no avião", ele revela, contextualizando que sua condição de pai e o estágio de vida de seus genitores gerou profunda identificação com o texto de Luísa Parnes, baseado em argumento do diretor Tiago Arakilian. "Eu fiquei realmente muito tocado. É um filme muito bonito", ele diz.

Pai e filho na ficção, José e Danton demonstram uma química muito bacana ao falar sobre Antes Que Eu Me Esqueça, e em decretar em perfeita harmonia a receita do sucesso do longa-metragem no Festival de Cinema de Santa Bárbara, na Califórnia: o misto de comédia e drama e a universalidade da história, aspectos que prometem encontrar o seu público também no Brasil.

Antes Que Eu Me Esqueça chegou aos cinemas brasileiros na última quinta-feira. Veja o trailer:

 

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade