0

Abominável é a maior estreia da semana

Ad Astra - Rumo às Estrelas também é destaque.

26 set 2019
08h05
  • separator
  • 0
  • comentários

Exibido em 575 cinemas, a maior estreia da semana é Abominável, a nova animação da Dreamworks. O longa acompanha Yi (Chloe Bennet), uma adolescente chinesa que faz amizade com um místico Yeti que surge no telhado do seu prédio e, junto com seu grupo de amigos, decide viajar o mundo para devolver a jovem criatura a sua família, no topo do Monte Everest. Porém, para realizar essa missão e entregar seu novo amigo em segurança, o grupo terá que escapar das garras do ricasso Burnish (Eddie Izzard) e da zoóloga Dra. Zara (Sarah Paulson).

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

Outra grande estreia é Ad Astra - Rumo às Estrelas, filme dirigido por James Gray e protagonizado por Brad Pitt, que faz frente com a animação da Dreamworks, ocupando 472 cinemas brasileiros. Na ficção científica, que também conta com Tommy Lee Jones, Ruth Negga, Donald Sutherland e Liv Tyler no elenco, Roy McBride é um engenheiro espacial que decide cruzar a galáxia com a missão de descobrir o que aconteceu com o seu pai, um astronauta que 20 anos antes se perdeu a caminho de Netuno.

Para informações sobre os horários das sessões, acesse nosso guia de programação.

Confira abaixo os trailers, críticas e a opinião da imprensa sobre os filmes que estreiam nesta semana.

Abominável

Leia a opinião da imprensa.

Ad Astra - Rumo às Estrelas

"Investigar as complexidades humanas em uma obra cinematográfica não apenas exige um comprometimento, como um certo nível de familiaridade com as dores que se pretende transmitir pelo comportamento dos personagens. No filme de James Gray, essa relação mais próxima com o recorte temático nem sempre é evidente. De maneira geral, Ad Astra é um filme frio e marcado por um distanciamento entre protagonista e público, o que, dependendo da leitura do espectador, pode ser um mérito de Gray por retratar de forma mais crua o processo de McBride, sem grande espetacularização de seu sofrimento." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

Hebe - A Estrela do Brasil

"Condescendências à parte, Hebe - A Estrela do Brasil possui um ritmo fluido e bem dosado, combinando fortes momentos dramáticos (o discurso às câmeras, as crises com o marido) com instantes hilários provenientes da espontaneidade da apresentadora. Além disso, é com alívio que se encontra uma composição certeira de Andréa Beltrão para a protagonista." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

A Melhor Juventude


"O projeto termina por ressaltar a leveza da juventude - retratada pelo amor inconsequente dos dois irmãos por Giorgia e pela decisão de saírem de casa sem rumo - em oposição ao peso amargo da maturidade. Ainda que o roteiro reserve novos amores e reencontros amigáveis em sua parte final, ele privilegia a nostalgia da juventude em relação ao mundo de responsabilidades (afetivas, mais do que financeiras) da vida adulta." Leia a crítica completa.

Ambiente Familiar

Leia a opinião da imprensa.

Caminhos Magnétykos

"Um dos aspectos mais marcantes de Caminhos Magnéticos é o fato de propor, ao mesmo tempo, um cinema crítico "de arte", e um cinema incrivelmente jovem, colorido, fragmentado, com estética de videoclipe, músicas da moda, e uma tendência a abraçar o pop, o ridículo, o autoparódico. O projeto deve provocar os mais diversos espectadores, tanto pela forma quanto pelo conteúdo, ambos de forte teor político e satírico." Leia a crítica completa.

Carta para Além dos Muros

"Carta para Além dos Muros traz um panorama cronológico bem extenso no que se diz respeito ao HIV e a AIDS no Brasil, assim como sua fama e anonimato quase que simultâneos, embora se estenda um pouco dentro de alguns tópicos dentro de um contexto mais amplo." Leia a crítica completa.

Filhas do Sol

"A diretora Eva Husson trabalha com conceitos amplos de guerra e solidariedade feminina em meio às adversidades. Bahar, Mathilde e as outras personagens não são retratadas em suas habilidades particulares de soldada, estrategistas nem fotógrafas. Elas são resumidas à condição de mulher, num sofrimento que parte de um núcleo específico e se pretende universal, passível de identificação com todas as espectadoras dentro da sala de cinema." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

Foro Íntimo

Meu Amor por Grace

Leia a opinião da imprensa.

O Incerto Lugar do Desejo

O Menino que Fazia Rir

"Este é um filme que funciona separadamente da biografia de Kerkeling, pois fala da capacidade de rir nos momentos difíceis e, principalmente, do entendimento em respeitar o espaço entre a tristeza e a felicidade. Sua história (não a da fama, mas a de suas raízes) se conecta com milhares mundo afora; seja com aqueles que cresceram sendo criados pelos avós ou que passaram por perdas inestimáveis ainda cedo." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

Predadores Assassinos

Leia a opinião da imprensa.

Pyewacket - Entidade Maligna

Leia a opinião da imprensa.

Sócrates

"Produzido por alunos do Instituto Querô na Baixada Santista, Sócrates é um exemplo de dedicação e perseverança audiovisual no Brasil e pode abrir um leque de possíveis obras originadas de jovens que têm um olhar particular, especialmente se estas têm a chance de abordar temas que já lhe são familiares." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

AdoroCinema
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade