PUBLICIDADE

A história do pai de Venus e Serena e a autobiografia de Paolo Sorrentino são destaques

Seja nas telinhas ou nas telonas, filmes contam histórias reais de superação e muito amor ao esporte

3 dez 2021 05h10
ver comentários
Publicidade
Will Smith em cena do filme 'King Richard'
Will Smith em cena do filme 'King Richard'
Foto: Reprodução de 'King Richard' (2021) / Warner Bros. Pictures / Estadão

King Richard: Criando Campeãs

O Richard do título de King Richard: Criando Campeãs não é membro da realeza, mas sim um homem que fez de tudo para que as filhas Venus (Saniyya Sidney) e Serena (Demi Singleton) se tornassem dois dos maiores nomes do tênis mundial, vencendo 30 títulos individuais de Grand Slam.

No longa-metragem de Reinaldo Marcus Green, Will Smith vive Richard Williams que, junto com a mulher, Oracene (Aunjanue Ellis), não queria que as filhas se conformassem aos papeis que lhes eram reservados como meninas negras de Compton, Califórnia. A escolha de um esporte elitista e branco como o tênis foi proposital. Venus e Serena não apenas se tornaram duas das maiores atletas da história como quebraram tabus. King Richard: Criando Campeãs é aprovado pela família Williams. Ou seja, não dá para esperar grandes controvérsias. Mas o filme é bem-feito e está cotado para abocanhar algumas indicações ao Oscar.

A Mão de Deus

Diretor de A Grande Beleza (2013) e A Juventude (2015), em seu novo filme Paolo Sorrentino inspira-se em sua adolescência, marcada por uma tragédia pessoal e a ida de Diego Maradona para o Napoli, seu time de coração. O título, claro, faz referência ao famoso gol de mão feito pelo astro do futebol no jogo da Argentina contra a Inglaterra na Copa do Mundo de 1986. Fabietto (Filippo Scotti, prêmio Marcello Mastroianni de revelação em Veneza) é um adolescente franzino que vive em um apartamento modesto com o pai, Saverio (Toni Servillo), a mãe, Maria (Teresa Saponangelo), e o irmão, Marchino (Marlon Joubert). No círculo familiar também estão a Tia Patrizia (Luisa Ranieri), que gosta de tomar banho de sol nua. O filme, que ganhou o Grande Prêmio do Júri no Festival de Veneza, estreia nos cinemas agora e no dia 15 na Netflix.

Que Mal Eu Fiz a Deus? 2

Dir. Philippe de Chauveron. A comédia ganha continuação, com Claude (Christian Clavier) e Marie Verneuil (Chantal Lauby) enfrentando nova crise, pois seus quatro genros estão determinados a deixar a França com suas mulheres e filhos. Os dois vão fazer de tudo para manter a família perto.

Resident Evil - Bem-Vindo a Raccoon City

Dir. Johannes Roberts. Kaya Scodelario e Robbie Amell estão nesta história que volta às origens do videogame. Em 1998, um grupo tenta descobrir os segredos da misteriosa Umbrella Corporation e sobreviver a uma epidemia zumbi em Raccoon City.

Vigaristas em Hollywood

Dir. George Gallo. Produtor de cinema, Max Barber (Robert De Niro) tem sua vida ameaçada por uma dívida com o mafioso Reggie Fontaine (Morgan Freeman). Ele então tem uma ideia: fazer um filme, matar o protagonista (Tommy Lee Jones) e ficar com o seguro.

Nheengatu

Dir. José Barahona. Neste documentário, o diretor e sua equipe procuram comunidades originárias que falam o nheengatu, uma mistura de português, tupi e várias outras línguas indígenas que foi usada pelos portugueses para aproximação e catequização dos povos nativos, até resolveram banir o idioma.

Falling - Ainda Há Tempo

Dir. Viggo Mortensen. Um fazendeiro homofóbico (Lance Henriksen) vende sua fazenda ao apresentar sintomas de demência e vai viver com o filho gay (Viggo Mortensen) e o marido dele (Terry Chen) em Los Angeles. O filme é a estreia na direção de Mortensen.

Selvagem

Dir. Diego da Costa. A jovem Sofia quer passar no vestibular, encontrar um emprego e sair de casa e fica dividida quando seus colegas ocupam a escola onde estudam. Com Lucélia Santos e Rincon Sapiência.

Wild - Rede Selvagem

Dir. Dener Giovanni e Júlio Mauro. O documentário mostra o encontro de um jornalista com um dos maiores traficantes de animais silvestres do Brasil.

Clifford: O Gigante Cão Vermelho

O desenho animado sobre o cachorro vermelho gigante ganha sua versão live action nesta produção dirigida por Walt Becker sobre um filhote incomum que cresce demais graças ao amor desmedido de sua dona.

Missão Resgate

Dir. Jonathan Hensleigh. Liam Neeson é o motorista de um caminhão que tenta passar por um terreno congelado para salvar pessoas presas no colapso de uma mina.

Assim Vivemos

Com sessões presenciais no Centro Cultural Banco do Brasil e também virtuais, o Assim Vivemos - Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência apresenta 29 produções de 14 países.

Mostra-Me o Pai

Dir. Rick Altizer. Documentário cristão sobre o papel dos pais nos dias de hoje.

Estadão
Publicidade
Publicidade