PUBLICIDADE

Bilheteria: 'Dear Evan Hansen' não agrada nos EUA; 'Shang-Chi' permanece na liderança

26 set 2021 13h05
ver comentários
Publicidade

Por Rebecca Rubin

LOS ANGELES (Variety.com) - "Dear Evan Hansen", a adaptação da Universal Pictures para o musical da Broadway, não agradou aos cinéfilos.

Marcado por críticas negativas e preocupações com o Covid-19, o filme ficou aquém das expectativas e arrecadou 7,5 milhões de dólares de 3.365 cinemas norte-americanos em sua estreia. Especialistas da indústria previram que o filme musical renderia pelo menos 10 milhões de dólares entre sexta e domingo.

Embora pareça improvável que o filme dê lucro nos cinemas, as perdas não serão catastróficas.

"Dear Evan Hansen" custou 28 milhões de dólares para ser produzido, um orçamento modesto para um musical. Isso coloca a Universal em uma posição muito melhor em comparação com seu último filme musical, "Cats", que estreou com 6,5 milhões de dólares no final de 2019 e acabou perdendo para o estúdio quase todo o seu orçamento de 100 milhões de dólares.

A resposta crítica a "Dear Evan Hansen" foi muito diferente das reações entusiasmadas que saudaram a versão de palco de 2016, que rendeu seis prêmios Tony e consolidou Ben Platt como uma estrela. Isso ressalta a luta para trazer até mesmo musicais comercialmente populares para a tela grande.

Platt reprisou seu papel como Evan Hansen, um ansioso estudante do ensino médio que se vê envolvido em uma mentira que foge do controle. Muitos criticaram a escolha do elenco porque Platt tem 27 anos e não parece um adolescente.

Dada a participação de "Dear Evan Hansen", o atual campeão de bilheteria "Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis" não teve problemas para se manter no topo das paradas norte-americanas, mesmo em seu quarto fim de semana de lançamento. A aventura de super-heróis da Disney e da Marvel somou sólidos 13,3 milhões de dólares em vendas de ingressos, elevando sua contagem doméstica para 196,5 milhões de dólares, um recorde de pandemia.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade