PUBLICIDADE

Salão do Móvel de Milão é adiado para junho

Evento acontece tradicionalmente em abril

17 jan 2022 11h32
ver comentários
Publicidade

A 60ª edição do Salão do Móvel de Milão, uma das maiores feiras de design do mundo, foi adiada para junho para garantir a plena participação de expositores e visitantes estrangeiros.
    A decisão foi anunciada nesta segunda-feira (17) pelos organizadores do evento, que completará três anos longe de sua data tradicional. O Salão do Móvel estava previsto para 5 a 10 de abril, porém acontecerá agora entre os dias 7 e 12 de junho.
    "A decisão de adiar o evento permitirá que expositores, visitantes, jornalistas e toda a comunidade do setor moveleiro internacional e do design aproveitem melhor e em plena segurança as potencialidades de uma feira que será rica em novidades neste ano", diz um comunicado oficial.
    Segundo a presidente do Salão do Móvel, Maria Porro, além de festejar um "aniversário importante", a exposição vai focar no "tema da sustentabilidade, se fazendo palco dos progressos alcançados neste âmbito por criadores, designers e empresas".
    "A data de junho vai favorecer uma forte presença de expositores e operadores estrangeiros, que sempre foram um ponto de força do salão, e garantirá às empresas participantes um tempo justo para projetar sua presença na feira da melhor maneira possível", acrescentou.
    A Itália vive uma onda sem precedentes de casos de Covid por causa da variante Ômicron, mas a curva já começa a dar sinais de desaceleração. No entanto, o país ainda impõe restrições de viagem para várias nações, incluindo o Brasil.
    Além disso, desde 10 de janeiro, apenas vacinados ou recém-curados da Covid-19 podem participar de feiras e congressos em território italiano. .
   

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade