0

Mostra de Rafael abre até de madrugada para ampliar público

Exposição acontece nas Scuderie del Quirinale, em Roma

17 jun 2020
11h21
atualizado às 12h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

As Scuderie del Quirinale, museu de Roma que recebe a maior mostra já feita sobre o mestre renascentista Rafael Sanzio (1483-1520), ficarão abertas até de madrugada em alguns dias para tentar recuperar o tempo perdido na pandemia de coronavírus.

Exposição de Rafael Sanzio em Roma, capital da Itália
Exposição de Rafael Sanzio em Roma, capital da Itália
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

A partir da próxima sexta-feira (19), as Scuderie funcionarão das 8h da manhã até 1h da madrugada nos fins de semana e até 23h em dias úteis. Além disso, o museu aumentará o limite máximo de entradas de seis para oito pessoas por vez - os acessos são feitos a cada cinco minutos.

"O público demonstrou grande entusiasmo, e é nosso dever permitir que o maior número possível de pessoas possa participar desse evento imperdível", declarou o presidente das Scuderie, Mario De Simoni.

Inaugurada em 5 de março, a mostra foi fechada poucos dias depois devido à quarentena imposta pelo governo para combater a pandemia e ficaria em cartaz até 2 de junho, mas o prazo foi prorrogado para 30 de agosto para recuperar o tempo perdido.

A exposição percorre a carreira de Rafael em ordem cronológica, porém do fim para o começo; de Roma, onde ele morreu, deixando incompleto um ambicioso projeto de renovação urbana, até sua cidade natal, Urbino.

São mais de 100 obras reunidas (número inédito para uma mostra sobre Rafael), graças principalmente às Gallerie degli Uffizi, em Florença, que emprestaram cerca de 50 telas. Para visitar a exposição, é preciso comprar ingresso com horário marcado online e usar máscaras de proteção.

A visita percorre um itinerário pré-definido pelo museu e dura 80 minutos, com tempo máximo de cinco minutos para cada sala. 

Veja também:

Parque de ferromodelismo é inaugurado sob pista de esqui na Alemanha
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade