PUBLICIDADE

Morre o cantor e diretor italiano Paolo Pietrangeli

Compositor é autor da música de protesto "Contessa"

22 nov 2021 11h38
| atualizado às 12h02
ver comentários
Publicidade

Morreu nesta segunda-feira (22), aos 76 anos de idade, o cantor, compositor e diretor italiano Paolo Pietrangeli, autor da música "Contessa", símbolo dos protestos de 1968 no país.

Paolo Pietrangeli se apresenta no teto de faculdade em Roma
Paolo Pietrangeli se apresenta no teto de faculdade em Roma
Foto: Ansa / Ansa - Brasil

A causa do falecimento não foi divulgada. Nascido em Roma em 29 de abril de 1945, Pietrangeli começou a escrever canções nos anos 1960, tornando-se rapidamente um ícone da música popular italiana.

Sua criação mais famosa, "Contessa", foi escrita em 1966, durante uma ocupação na Universidade La Sapienza, na capital italiana, e se alterna entre um diálogo entre duas pessoas da alta burguesia - incluindo a condessa do título - sobre uma greve em uma fábrica e estrofes nas quais operários incitam uma revolução.

Seu refrão virou slogan das manifestações estudantis que tomaram o país em 1968 e diz: "Compagni dai campi e dalle officine / prendete la falce, portate il martello / scendete giù in piazza, picchiate con quello / scendete giù in piazza, affossate il sistema".

Em português: "Camaradas dos campos e das fábricas / peguem a foice, tragam o martelo / desçam para a praça e batam com aquilo / desçam para a praça e enterrem o sistema".

Após o sucesso com "Contessa", Pietrangeli continuou trabalhando como cantor e compositor, mas passou a se dedicar também às carreiras de cineasta e diretor de TV. Seu encargo mais longevo foi como diretor do "Maurizio Costanzo Show", talk show mais antigo da televisão italiana, entre 1982 e 2001.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade