PUBLICIDADE

Morre Demetrio Volcic, correspondente histórico da Rai

5 dez 2021 09h47
| atualizado às 10h11
ver comentários
Publicidade

Considerado um dos grandes jornalistas da Itália, Demetrio Volcic, correspondente de países do leste da Europa e da Rússia para a emissora pública Rai, morreu neste domingo (5) em Gorizia, aos 90 anos.

Demetrio Volcic era correspondente de Moscou
Demetrio Volcic era correspondente de Moscou
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

As causas da morte não foram divulgadas, mas, nos últimos meses, as condições de saúde de Volcic pioraram em decorrência de problemas na coluna e outras patologias. Ele deixa sua esposa e um filho, que moram em Moscou.

O jornalista nasceu em Ljubljana, na Eslovênia, em 1931, mas mudou-se para Trieste, na Itália, para estudar ainda na infância. Ele começou a trabalhar como repórter na Rai em 1956, primeiro como correspondente de Trieste e depois como correspondente do exterior, passando por Praga, Viena, Varsóvia, Bonn e Moscou.

Em 1993 tornou-se diretor do TG1, cargo que ocupou por apenas um ano. Em 1995 deixou o jornalismo para se dedicar à política: de 1997 a 1999 foi senador, eleito na lista do Partido Democrático, e de 1999 a 2004 assumiu como parlamentar europeu.

Entre suas coberturas mais famosas estão as realizadas nos dias da chamada "Primavera de Praga", no final dos anos 1960, sobre os quais ele também escreveu o livro "1968. O outono de Praga".  

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade