PUBLICIDADE

Miss Itália inova e anuncia mudanças no concurso de beleza

6 dez 2021 15h44
| atualizado às 16h27
ver comentários
Publicidade

O Miss Itália anunciou que a edição 2021 do concurso de beleza terá um novo formato, com a exclusão do tradicional desfile de trajes de banho, das faixas e dos números das concorrentes, e a realização de uma transmissão online da cerimônia.

A transformação na competição mais famosas e longeva da Itália, nascida em 1939, terá como base três princípios: criatividade, sustentabilidade e bem-estar, para contar "uma nova ideia de beleza", principalmente para os mais jovens e internautas.

A seleção das 30 finalistas ocorreu em Roma, nos dias 29 e 30 de novembro. Já a final do concurso será realizada, pela primeira vez, em Veneza, entre 12 e 19 de dezembro, e será transmitida exclusivamente na plataforma de streaming OTT (HelbizLive.com).

Segundo Patrizia Mirigliani, ex-miss Itália e organizadora da disputa, as mudanças foram anunciadas porque foi preciso desenvolver convicção de tornar o programa mais próximo da chamada Geração Z.

"Com esta nova TV por streaming vamos nos aproximar ainda mais do mundo dos jovens usando a sua própria ferramenta de comunicação", disse ela em comunicado oficial.

O showrunner GJ Squarcia terá a tarefa de transformar o Miss Itália em uma minissérie em que as meninas serão colocadas à prova para testar sua originalidade e capacidade de transformação e impacto.

Além disso, a "ideia é celebrar a cidade das belezas, Veneza, que este ano comemora 1600 anos". De fato, um dos principais objetivos deste novo formato é marcar o aniversário da fundação de Veneza através da criação de conteúdos específicos para serem veiculados em plataformas digitais, segundo os organizadores.

"Hoje falar de beleza significa também falar de sustentabilidade, porque não há conservação sem inovação. É a história de Veneza, que aposta na tecnologia e na ciência, mas é também a história da Itália e de muitas empresas privadas, como Miss Itália, que aceitam questionar-se e experimentar novas linguagens para enfrentar desafios de amanhã", explica o prefeito de Veneza, Luigi Brugnaro.

A organização do concurso informou ainda que a conta "@crown.revolution" no Instagram será usada como "holofotes para as aspirantes a Miss contarem os sonhos e valores de uma geração que muda e que amplia o conceito de beleza".

O perfil ficará a descrição das 20 finalistas do Miss Itália e o diário de bordo das 10 Miss Itália Social.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade