0

Livro infantil com temática LGBTQ+ gera polêmica em Taiwan

'King & King' conta a história de um príncipe que foi pressionado a se casar com uma princesa, mas depois se apaixona por outro príncipe

11 set 2020
10h55
atualizado às 11h14
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Por (Thomson Reuters Foundation) - Um livro infantil de tema LGBTQ+ sobre dois príncipes que se apaixonam e se casam gerou protestos de pais em Taiwan, depois de ter sido adicionado a um programa de leitura apoiado pelo governo.

Bandeira da comunidade LGBT é hasteada em Taipé
26/10/2019
REUTERS/Eason Lam
Bandeira da comunidade LGBT é hasteada em Taipé 26/10/2019 REUTERS/Eason Lam
Foto: Reuters

King & King, publicado originalmente em holandês, conta a história de um jovem príncipe que foi pressionado por sua mãe a se casar com uma princesa, mas depois se apaixonou por outro príncipe.

A versão chinesa do livro foi adicionada a uma lista de livros que o governo distribuiu para estudantes de seis e sete anos neste mês em Taiwan, que, no ano passado, se tornou o primeiro lugar na Ásia a permitir o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

O programa de leitura faz parte de uma atividade extracurricular que visa fomentar o amor pela leitura e não é obrigatório nas escolas. Apesar disso, a medida gerou protestos do lado de fora do Ministério da Educação nesta semana.

"Isso é uma lavagem cerebral. O governo está tentando minar os valores dos casamentos heterossexuais", disse Tseng Hsien-ying, presidente da Coalizão para a Felicidade da Próxima Geração, um grupo que se opõe ao casamento homoafetivo.

"Isso está confundindo nossos filhos", afirmou ele à Thomson Reuters Foundation por telefone nesta sexta-feira, pedindo que o livro seja retirado.

O Ministério da Educação de Taiwan defendeu a decisão nas redes sociais, afirmando que o livro ajudará as crianças a "reconhecer e respeitar as diferenças" e promover uma sociedade diversa.

Veja também:

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade