PUBLICIDADE

Itália sediará G7 em um dos locais mais 'fascinantes' do mundo

Cúpula acontecerá entre 13 e 15 de junho na região da Puglia

11 jun 2024 - 09h27
(atualizado às 09h57)
Compartilhar
Exibir comentários

Por Luciana Ribeiro - A Itália sediará a próxima cúpula de líderes mundiais do G7 entre os dias 13 e 15 de junho, em Borgo Egnazia, Valle d'Itria, na região de Puglia, um dos lugares "mais fascinantes do mundo".

    Os chefes de Estado e governo de Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão e União Europeia vão se hospedar em um resort de luxo no sul do país liderado pela primeira-ministra Giorgia Meloni.

    Segundo comunicado oficial da presidência italiana do G7, os líderes estarão em "um dos locais mais fascinantes do mundo, rodeados pela hospitalidade da região da Puglia".

    "Ícone da excelência italiana pela sua beleza natural e artística, a Puglia tem desempenhado historicamente um papel de ponte entre o Oriente e o Ocidente do mundo", destaca.

    A nota enfatiza ainda que "ao longo dos séculos, esta terra acolheu diferentes povos, culturas e religiões que deixaram um rico patrimônio".

    Desta forma, "o papel histórico que a região desempenhou na promoção do diálogo a torna um local ideal para reunir os líderes do G7, as nações convidadas e as organizações internacionais para abordar as principais questões globais".

    Situada no coração do Mediterrâneo, Puglia é um conjunto mágico de achados, história, arte e natureza intocada, entre costas maravilhosas e paisagens de cartão postal.

    A região forma a parte mais oriental da península, tem uma longa costeira defronte dos mares Jônico e Adriático e é um território plano, com grandes áreas áridas e terraços. Entre os destinos mais famosos estão Borgo Egnazia, Fasano, Galípoli, Polignano a Mare, Castelo do Monte, Bari, Alberobello, Gargano, Taranto, Brindisi e Lecce.

    Com águas cristalinas, sabores intensos e destinos fascinantes, a região é repleta de história, tradições, saberes artesanais transmitidos há séculos. Desde aldeias montanhosas de contos de fadas até quilômetros de costa mediterrânica repleta de praias com bandeiras azuis, prêmios ambientais e instalações de todos os tipos e para todos os orçamentos.

    Tradicional ponte entre o mundo grego e o Oriente Médio, a capital da região, Bari, conheceu sua "idade de ouro" durante a época medieval. A mistura de história e arte que é marca registrada da localidade também podem ser encontradas em muitas áreas do território no sul da Itália.

    Um dos destaques é Alberobello, cidade conhecida por ser repleta de Trulli, icônicas casas brancas com telhados em forma de cone que foram habitações desde a pré-história.

    O Valle d'Itria, que se estende entre as províncias de Bari, Brindisi e Taranto e inclui, além de Alberobello, os municípios de Carovigno, Castellana Grotte, Ceglie Messapica, Cisternino, Fasano, Locorotondo, Martina Franca, Noci, Ostuni, Putignano, San Michele Salentino, San Vito dei Normanni e Villa Castelli, também é famoso por sua arquitetura e pela vegetação que a emoldura. .

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade