PUBLICIDADE

Itália lança selos em homenagem aos 700 anos da morte de Dante

Desenhos se caracterizam pelo aspecto contemporâneo

14 set 2021 08h29
| atualizado às 08h32
ver comentários
Publicidade

A Itália lançou nesta terça-feira (14) três selos postais para recordar os 700 anos da morte do poeta Dante Alighieri (1264-1321).

Cada um deles homenageia uma das partes da "Divina Comédia", o poema em que Dante narra sua jornada pelo Inferno, pelo Purgatório e pelo Paraíso, primeiro acompanhado do poeta Virgílio e depois pela musa Beatrice, ou Beatriz.

No entanto, ao contrário dos selos já feitos no passado em homenagem a Dante, sempre com desenhos clássicos, esses três novos se destacam pelo design contemporâneo.

O selo em homenagem ao "Inferno" dantesco foi elaborado pelo especialista em artes visuais Corrado Veneziano e é inspirado na série de afrescos "O triunfo da morte", de Buonamico Buffalmacco, artista contemporâneo de Dante, retratando demônios e figuras femininas terrenas sobre tons fortes de vermelho.

Já o artista Francesco Di Pietro desenhou o selo dedicado ao "Purgatório", que exibe uma versão moderna de Dante parada na plataforma de uma estação de metrô, tendo às suas costas uma fila de figuras humanas hipnotizadas por telas luminosas.

Por fim, o selo do "Paraíso", criado pelo padre Paolo Bocci, reitor da Basílica de Santa Croce, em Florença, mostra um jovem dando um salto acrobático com uma caneta na mão, folhas de louro na cabeça e em meio a letras e folhas de papel. A imagem foi batizada como "a passagem do testemunho".

"É um trio de obras contemporâneas que buscam infundir uma lufada de novidade no panorama dos selos italianos, dando às três significados muito mais profundos que o da mera comemoração à qual se referem", explicou Angelo di Stasi, presidente da comissão responsável pelos selos italianos no Ministério do Desenvolvimento Econômico.

Autor da "Divina Comédia", uma das mais importantes obras da literatura mundial, e considerado um dos pais do idioma italiano, Dante faleceu na madrugada entre 13 e 14 de setembro de 1321, em Ravenna, onde está sepultado.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade