PUBLICIDADE

Foto de abraço durante pandemia no Brasil leva World Press Photo

Imagem foi fotografada pelo dinamarquês Mads Nissen

15 abr 2021
15h56 atualizado às 16h02
0comentários
15h56 atualizado às 16h02
Publicidade

Uma foto de uma idosa de 85 anos recebendo seu primeiro abraço em cinco meses de uma enfermeira protegida da Covid-19 por plástico no Brasil venceu hoje (15) o World Press Photo 2021, principal concurso de fotojornalismo do mundo.

A imagem, considerada símbolo de "esperança" em meio à pandemia do novo coronavírus, foi fotografada pelo dinamarquês Mads Nissen.

Em comunicado, Kevin WY Lee, membro do júri, afirmou que "esta imagem icônica da Covid-19 comemora o momento mais extraordinário de nossas vidas, em todos os lugares".

O profissional capturou o momento exato em que a idosa Rosa Luzia Lunardi, uma residente do lar de idosos Viva Bem, em São Paulo, abraçou a enfermeira Adriana Silva da Costa Souza, em agosto de 2020, graças a um dispositivo de plástico.

A enfermeira e a idosa foram separadas por um plástico transparente, com bordas amarelas dobradas em um formato semelhante a um par de asas.

"Para mim, é uma história de esperança e amor nos momentos mais difíceis", ressaltou Mads Nissen, fotógrafo do jornal dinamarquês Politiken, que também ganhou o primeiro prêmio na categoria "Informação geral".

Nissen já havia ganhado o prêmio World Press Photo de 2015 com uma foto de um casal homossexual na Rússia. A série vencedora do "World Press Photo Story of the Year", um novo prêmio lançado em 2019, conta histórias de amor influenciadas pelo conflito israelense-palestino pelo fotógrafo italiano Antonio Faccilongo para Getty Reportage.

De acordo com os organizadores da competição, que tem sede em Amsterdã, mais de 74 mil imagens foram enviadas por cerca de 4,3 mil fotógrafos de todo o mundo. A cerimônia de premiação aconteceu online devido às restrições do coronavírus.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade