PUBLICIDADE

Fedez e personal trainer fazem acordo para evitar denúncia

Músico é acusado de agredir o romano Cristiano Iovino

21 mai 2024 - 14h48
(atualizado às 14h57)
Compartilhar
Exibir comentários

O rapper Fedez e o personal trainer Cristiano Iovino, protagonistas de uma confusão em uma casa noturna em Milão, na Itália, chegaram a um acordo para que não seja aberta uma denúncia contra o músico.

    O Ministério Público da capital da região da Lombardia estava investigando Fedez por supostamente ter participado das agressões sofridas por Iovino na noite de 21 para 22 de abril.

    Na ocasião, algumas horas depois de ter brigado com o rapper dentro de uma boate, o personal trainer foi espancado por um grupo de quase 10 pessoas, incluindo membros da torcida organizada do Milan, com quem Fedez possui relação muito próxima.

    O romano, conhecido na Itália por ser instrutor de várias personalidades, se recusou a ir para o hospital, não denunciou as agressões e não quis cooperar com as investigações.

    Caso Iovino não apresente uma queixa criminal até o fim de julho, as acusações de lesão corporal e agressão contra Fedez serão automaticamente retiradas .

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade