0

Da Vinci é destaque do calendário cultural da Itália em 2019

O ano marca o 500º aniversário da morte do artista

3 jan 2019
11h06
  • separator
  • comentários

O gênio Leonardo da Vinci será o grande destaque do calendário cultural da Itália em 2019, quando se celebra os 500 anos de sua morte.
    Diversos eventos serão realizados em sua homenagem, por museus e galerias de todo o país, que também receberá exposições que farão o público viajar por séculos de pintura, fotografia, escultura e desenho.
    Confira as principais exposições programadas para este ano: Florença - Para Leonardo da Vinci, a capital do Renascimento preparou uma mostra sobre Andrea del Verrocchio, mestre do gênio, no Palazzo Strozzi (9 de março-14 de julho), além das exposições "Leonardo e Florença" (25 de março-24 de junho), no Palazzo Vecchio, e "Leonardo da Vinci e a botânica" (13 de setembro-15 de dezembro), no complexo de Santa Maria Novella.
    A vizinha Vinci, por sua vez, realizará entre 15 de abril e 15 de agosto a mostra "Leonardo da Vinci: As origens do gênio", focada na ligação do artista com sua cidade natal.
    Já o mês de março nas Gallerie degli Uffizi será dedicado às mulheres, com "Léxico Feminino", que apresenta o papel de operárias, empreendedoras, artistas e escritoras nos séculos 19 e 20, e uma exposição de Kiki Smith, que documenta sua figura central na arte e na cultura feminista dos dias atuais.
    Turim - "Leonardo da Vinci: Tesouros escondidos" é o título da mostra que apresenta a mais importante exposição de quadros do gênio renascentista já organizada na cidade. O evento, que acontecerá entre os dias 9 de fevereiro e 12 de maio, no Palazzo Cavour, permitirá compreender a complexidade da pintura de Leonardo e admirar importantes peças, como a "Maddalena discinta".
    Milão - A Biblioteca Ambrosiana prossegue em seu trabalho de valorização, iniciado em 2018, do próprio patrimônio de obras de Da Vinci. Depois de "Os segredos do Código Atlântico: Leonardo na Ambrosiana", que termina em 16 de junho, será inaugurada no dia 18 do mesmo mês "Leonardo na França: Desenhos da época francesa do Código Atlântico", que apresentará até 15 de setembro uma seleção de 23 obras feitas durante a estadia do gênio na França.
    Além disso, de 17 de setembro a 12 de janeiro do ano que vem, Milão recebe a mostra "Leonardo: os artistas e suas técnicas", dedicada aos desenhos realizados pelo pintor e pelos artistas de seu círculo.
    Veneza - A Galeria Internacional de Arte Moderna receberá, entre 8 de maio e 22 de setembro, a mostra "Arshile Gorky: 1904-1948", que apresentará os trabalhos de um dos personagens-chave da arte americana do século 20.
    Gênova - Com a mostra "Giorgio de Chirico: o rosto da metafísica", o Palazzo Ducale celebra o artista entre os dias 29 de março e 7 de julho, com uma grande seleção de obras.
    Roma - De Pier Paolo Pasolini a Sophia Loren, que brinca com Marcello Mastroianni nos estúdios da Cinecittà. Esses são alguns dos personagens retratados ao longo da carreira do fotógrafo Paolo di Paolo, que será tema de uma mostra no Maxxi, a partir do dia 21 de março.
    Ferrara - Moda, arte e literatura se encontram na mostra "Boldini e a moda", no Palazzo dei Diamanti, de 16 de fevereiro a 2 de junho. O percurso aborda a relação entre o pintor e o mundo da "Belle Époque" através de 100 obras, entre pinturas, desenhos e trabalhos de colegas como Degas e Manet, bem como roupas de época, livros e objetos preciosos.
    Forli - A mostra "Ottocento. A arte da Itália entre Hyaez e Segantini", aberta de 9 de fevereiro a 16 de junho, mostra a Itália entre a unificação e a Grande Guerra. Realizada no Museu San Domenico, a exposição conta com obras de Morbelli, Previati, De Nittis, Pellizza da Volpedo, Segantini, Boccioni, em um percurso que mistura pintura, arquitetura, escultura, ilustração e artes ornamentais.

Ansa - Brasil   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade