PUBLICIDADE

Arqueólogos descobrem esqueleto de 'fugitivo' em Herculano

Antiga cidade romana foi devastada por erupção do Vesúvio

15 out 2021 09h43
ver comentários
Publicidade

Arqueólogos italianos descobriram o esqueleto parcialmente mutilado de um homem que tentava escapar da devastadora erupção do vulcão Vesúvio em 79 d.C.
    Os restos mortais foram achados no sítio arqueológico de Herculano, antiga cidade romana que, assim como sua vizinha mais famosa, Pompeia, foi completamente destruída pela fúria do Vesúvio.
    "É um achado sobre o qual esperamos muitíssimo", disse o diretor do parque de Herculano, Francesco Sirano, em entrevista à ANSA.
    Segundo ele, a descoberta pode jogar nova luz sobre os últimos momentos de vida na antiga cidade.
    O esqueleto parcialmente mutilado era de um homem entre 40 e 45 anos que foi pego pela avalanche de fogo e gás a poucos metros do mar, que poderia ter representado sua salvação. "A sensacional descoberta dos restos de um fugitivo em Herculano é uma belíssima notícia", comemorou o ministro da Cultura da Itália, Dario Franceschini.
    "As fascinantes hipóteses em torno do mistério que circunda a morte dessa vítima agora estão nas mãos dos estudiosos", acrescentou.
    As escavações em Herculano ficaram paralisadas por quase 30 anos, mas foram retomadas recentemente, especialmente na área da antiga praia da cidade, que estava soterrada a quatro metros de profundidade. .
   

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade