0

Aos 88 anos, morre lendário designer italiano Enzo Mari

Italiano é considerado um dos maiores expoentes de sua área

19 out 2020
10h17
atualizado às 10h26
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Morreu nesta segunda-feira (19), aos 88 anos, o lendário designer italiano Enzo Mari, considerado um dos maiores de sua área em 60 anos de carreira. Mari estava internado no hospital San Raffaele de Milão, mas a causa da morte não foi revelada.

Enzo Mari tinha 88 anos e é considerado um dos maiores designers da história da Itália
Enzo Mari tinha 88 anos e é considerado um dos maiores designers da história da Itália
Foto: Reprodução/Twitter / Ansa - Brasil

A notícia do falecimento foi dada nesta manhã pelo diretor da La Triennale da Milano Foundation, Stefano Boeri, através de sua conta no Twitter. "Adeus, Enzo. Você vai como um gigante", escreveu.

Mari criou mais de 1,5 mil objetos para grandes marcas italianas e internacionais, como a Artemide, Danese, Zanotta e Driade. Entre as peças de maior destaque, estão a bandeja Putrella, a cadeira Delfina e cadeira Mariolina.

Além disso, suas obras foram expostas nos principais museus de arte e de design do mundo, como a Galeria Nacional de Arte Moderna de Roma, o Museu de Arte Moderna de Nova York e o próprio Triennale, onde está ocorrendo uma mostra com a retrospectiva da carreira do artista.

O italiano venceu por cinco vezes um dos maiores prêmios de design do país, o Compasso d'Oro - o último, em 2011. Mari também havia doado para a cidade de Milão todo o seu arquivo como as atividades desenvolvidas por ele entre os anos de 1952 e 2015.

"Com Enzo Mari se vai um gigante do design italiano dos anos 1900. Um artista de fama mundial, criador de ícones lendários, cinco vezes Compasso d'Oro, um mestre que com sua reflexão teórica formou gerações de designers. Milão o lembrará para sempre", escreveu o prefeito da cidade, Giuseppe Sala, em seu Twitter. .
   

Veja também:

O chef premiado que valoriza peixes considerados menos nobres
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade