PUBLICIDADE

Tour de bike passeia pela história de São Miguel Paulista

Projeto ‘Pedala-se’ busca incentivar o uso da bicicleta enquanto apresenta a identidade indígena, negra e nordestina da região da zona leste

8 abr 2022 05h00
| atualizado às 10h36
ver comentários
Publicidade
Rogério é coordenador de ciclologística e morador de região
Rogério é coordenador de ciclologística e morador de região
Foto: Fabrício Cabral

A Capela de São Miguel Arcanjo, conhecida também como Capela dos Índios, é um patrimônio cultural e histórico de São Paulo. Localizada em São Miguel Paulista, no extremo leste da cidade, é dela que se inicia o percurso do Pedala-se, projeto que une o amor pela bicicleta à ideia de pedalar enquanto se aprende a história do bairro.

O passeio tem duração de 2h30 a 3h, realizado de terça-feira a domingo mediante agendamento, e permite transitar por outros marcos históricos de São Miguel Paulista, como a Praça do Forró, o Parque Jacuí e murais de grafite pela região.

O morador Rogério Rai, 32, foi quem teve a ideia de criar o tour de bike em 2019. Ele é coordenador de ciclologística em um projeto que conecta negócios locais com quem pedala, além de ser pesquisador de ciclomobilidade e políticas públicas.

“É um caminho para o resgate da memória das pessoas sobre onde vivem e a relação delas e de suas famílias com a territorialidade e a cultura local. Além do incentivo ao uso da bicicleta como forma de autonomia e mobilidade”, afirma.

Antes de trabalhar com cicloturismo, Rogério vendia bicicletas na região do Itaim Paulista, da Vila Curuçá e de São Miguel Paulista – todos distritos vizinhos. Em outro momento da vida, precisou trabalhar como entregador de encomendas.

“Comecei a ver a bike com um significado importante. Estava estudando história e pensei: 'e se eu montasse um [projeto de] cicloturismo, contando a história do bairro?'. Aí essa paixão tomou espaço, tomou corpo e se materializou”, conta.

Moradores na Capela de São Miguel Arcanjo
Moradores na Capela de São Miguel Arcanjo
Foto: Heitor Salusti

O roteiro turístico

Dentro do roteiro turístico da pedalada, que inclui mais de cinco paradas, um dos pontos que mais chama a atenção de moradores e turistas é a Capela de São Miguel Arcanjo.

É o templo religioso mais antigo da cidade de São Paulo, entregue no ano de 1622 por padres jesuítas e indígenas guaianases, e tombado pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) desde 1938.

A finalização do trajeto se dá com o retorno à Praça do Forró, onde a capela se situa, para um momento de conversa, reflexão e questões abordadas no percurso.

“A missão é provocar os participantes a refletirem sobre o local onde vivem, conhecerem os patrimônios que compõem os territórios que passamos e fortalecer a identidade indígena, negra e nordestina”, pontua Rogério.

Entre os desafios de desenvolver o Pedala-se na periferia, o pesquisador comenta sobre o baixo investimento do poder público em atividades ciclísticas e cita não ter reconhecimento dos moradores locais, seja por falta de informações ou a própria dificuldade de se locomover de bicicleta em uma cidade “carrocrata”.

O jornalista Guilherme Soares, 35, saiu da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo, para fazer o tour de bike com o projeto. “Moro há 12 anos em São Paulo, mas foi a primeira vez que fui a São Miguel Paulista”, conta.

“Foi uma oportunidade riquíssima de circular pelo bairro, conhecer a história, interagir com as pessoas e os lugares. Super recomendo e gostaria que houvesse esse passeio em mais lugares da cidade”, complementa.

Para participar do passeio, os interessados devem desembolsar R$ 70, pagos no momento do agendamento ou no local de encontro. O valor inclui o empréstimo da bicicleta, capacete de proteção, água de coco e o guia turístico.

“O Pedala-se quer ser democrático e acessível a todos, mas com o início da pandemia e a ausência de editais, tive que cobrar um valor simbólico. A ideia, para 2022, é concorrer aos editais e leis de incentivo para torná-lo totalmente gratuito”, conclui Rogério.

Tour de bike passa por pontos históricos de São Miguel Paulista
Tour de bike passa por pontos históricos de São Miguel Paulista
Foto: Heitor Salusti

SERVIÇO

Ponto de encontro: Praça Padre Aleixo Monteiro Mafra, 10 - São Miguel Paulista, São Paulo-SP
Horário: Agendado de terça-feira a domingo
Contato: (11) 94812-3798 - Rogério Rai
E-mail: 1pedalese@gmail.com
Instagram: @ipedalese 

Agência Mural
Publicidade
Publicidade