PUBLICIDADE

Placa Mercosul | Como funciona a combinação de letras?

Implementada no Brasil em setembro de 2018, e obrigatória para novos carros (e outras situações específicas) desde 2020, placa Mercosul tem 4 letras e 3 números

1 ago 2022 - 20h00
(atualizado às 23h36)
Ver comentários

Você pode até não ter (ainda) a placa Mercosul instalada no seu carro, mas, certamente, já viu que ela é diferente das anteriores, pois conta com 4 letras e 3 números, e não mais 3 números e 4 letras, como as tradicionais.

O motivo da mudança é pura e simplesmente matemático, já que, com a nova formatação, o número de placas possíveis passou de 175 milhões para 450 milhões. Agora, você sabe como funciona a combinação de letras da placa Mercosul? Não? Tudo bem. O Canaltech te ajuda a entender.

Como é o padrão da placa Mercosul?

Para quem ainda não viu nas ruas, ou não reparou na existência da nova placa Mercosul, vamos explicar, primeiro, como é o novo padrão. Ele foi adotado pelas frotas de Argentina, Brasil, Bolívia, Paraguai, Uruguai e Venezuela e passou a ser visto por aqui em setembro de 2018.

A ideia da padronização surgiu para tornar a fiscalização mais fácil, ampliar (e muito) o leque de combinações possíveis e, também, para integrar a gestão de tráfego entre os países que compõem o chamado "Cone Sul".

Adotando "L" para "letra" e "N" para "número", podemos mostrar que o padrão da placa Mercosul é o seguinte: "LLLNLNN". Ou seja: Três letras sequenciais, um número, uma outra letra e, para finalizar, dois números. Apenas para efeito comparativo, a placa tradicional é formada por é no padrão "LLLNNNN": três letras sequenciais seguidas de quatro números.

Hà também uma outra alteração importante. Não consta mais na parte alta da placa a sinalização indicando cidade e estado onde o carro foi emplacado. Agora, apenas a palavra "Brasil" aparece na tarja azul, junto da bandeira nacional e da inscrição "Mercosul".

Conversão das placas

A conversão de uma placa antiga para o formato Mercosul segue uma fórmula pré-determinada para que possa haver a combinação das letras e números no carro a ser registrado. O segundo número da placa antiga será substituído por uma letra.

É importante esclarecer que a faixa de letras entre a "A" e a "J" será usada somente para a conversão dos carros que estão rodando com placas antigas e, por uma das razões abaixo, precisem trocar pela Mercosul:

  • Registro de veículo usado por um novo proprietário;
  • Mudança de município no registro do veículo;
  • Mudança da categoria do veículo;
  • Furto, extravio ou roubo da placa;
  • Dano na placa, incluindo rompimento do lacre;
  • Instalação de uma placa traseira adicional;
  • Quando o veículo for reprovado em vistoria veicular com observações sobre a placa ou o lacre.

A ordem a ser seguida é a seguinte:

Da antiga para a Mercosul

2º dígito da placa 4ª letra da placa
0 A
1 B
2 C
3 D
4 E
5 F
6 G
7 H
8 I
9 J

Da Mercosul para a antiga

4ª letra da placa 2º dígito da placa
A 0
B 1
C 2
D 3
E 4
F 5
G 6
H 7
I 8
J 9

Trending no Canaltech:

Canaltech
Publicidade
Publicidade