PUBLICIDADE

Musk defende cofundador da OpenAI após demissão de Altman

Para Elon Musk, decisão não teria sido tomada se não fosse "absolutamente necessária", já que cofundador da OpenAI não estaria em busca de poder

20 nov 2023 - 17h16
(atualizado em 21/11/2023 às 12h28)
Compartilhar
Exibir comentários

Em um final de semana caótico para o mundo da tecnologia, Elon Musk foi uma das vozes a defender a decisão da OpenAI de demitir o então CEO Sam Altman. Na visão do dono do X, antigo Twitter, a decisão não teria sido tomada pela diretoria da empresa criadora do ChatGPT se não fosse "absolutamente necessária".

Foto: Daniel Oberhaus/CC-BY-S.A-4.0 / Canaltech

Nesse ensejo, ele fala diretamente sobre Ilya Sutskever, cofundador da organização. Musk defendeu o executivo como alguém de "boa bússola moral" e que "não está em busca de poder". O bilionário também expressou preocupação diante de uma ação que considerou drástica, mas não elaborou sobre o assunto — ele próprio, aliás, está na liderança de uma IA da rede social X, lançada no início do mês.

O comentário de Musk — que integrou a diretoria da OpenAI em seus primeiros anos de existência — foi parte de uma sequência de interações na rede social X, por onde continua acompanhando e comentando sobre o assunto. Anteriormente, ele já havia cobrado mais transparência quanto à demissão de Altman, diante de riscos potenciais representados pela inteligência artificial.

Imprensa fala em "golpe" e tiro pela culatra

A especulação, por outro lado, é de que as afirmações estariam ligadas a uma noção geral da imprensa americana de que as movimentações executivas na OpenAI foram um "golpe" da diretoria da companhia. Altman teria entrado em conflito com Sutskever e outros membros da cúpula sobre a velocidade no desenvolvimento da IA generativa e medidas para conter os riscos de sua aplicação.

Oficialmente, a OpenAI afirmou que o quadro de diretores decidiu demitir Altman por não confiar mais em sua liderança. De acordo com o comunicado oficial, ele não estaria sendo "consistentemente sincero" em suas comunicações com o conselho, o que acabou por minar a relação entre os envolvidos.

Sutskever é um dos últimos nomes "originais" da OpenAI a permanecerem na direção da plataforma, onde também atua como cientista-chefe. Em meio às mudanças anunciadas neste final de semana, houve também o anúncio da saída de outro dos criadores da companhia, Greg Brockman — assim como Altman, ele também foi contratado pela Microsoft ainda neste final de semana, intensificando os esforços da empresa de Redmond no setor de IA.

Fonte: Com informações do Yahoo!

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade