PUBLICIDADE

Motorola Razr 50 vaza em 1º teste com chip inédito da MediaTek

Esperado como o próximo dobrável "acessível" da Motorola, o Razr 50 foi encontrado em teste do Geekbench 6 mostrando o desempenho do chip Dimensity 7300X

29 mai 2024 - 20h57
(atualizado em 30/5/2024 às 00h12)
Compartilhar
Exibir comentários

Seguindo os inúmeros vazamentos, o Motorola Razr 50 acaba de ser encontrado no banco de dados do Geekbench 6, dando a primeira amostra do desempenho do suposto Dimensity 7300X, chip inédito da MediaTek que deve equipar o aparelho. Ao que parece, apesar de nova, a plataforma praticamente não deve oferecer ganhos notáveis de performance, ao apresentar números muito similares ao do chip empregado no Razr 40.

Foto: Ivo Meneghel Jr/Canaltech / Canaltech

Com data de upload desta terça-feira (28), o registro em questão já identifica o aparelho de forma clara, usando o nome "Motorola Razr 50", além de indicar algumas das especificações. A unidade avaliada possui 8 GB de RAM e Android 14, além de um processador desconhecido, com placa-mãe "aito" e oito núcleos.

O componente aposta em uma configuração 4 + 4, trazendo quatro núcleos de alto desempenho rodando a 2,5 GHz, e quatro de alta eficiência operando a 2,0 GHz. Fora isso, os metadados mencionam a presença da GPU Mali-G615 MC2, solução gráfica muito similar à usada em celulares como o POCO X6 Pro (com Dimensity 8300), mas com apenas dois núcleos, em vez de seis.

Segundo os rumores, o processador do Razr 50 é o inédito Dimensity 7300X, que deve mirar em oferecer alta performance a smartphones intermediários mais acessíveis. Observando os resultados dos testes, a proposta é cumprida de certa forma, ainda que não de uma maneira tão interessante.

Com 8 GB de RAM e o suposto chip MediaTek Dimensity 7300X, o Motorola Razr 50 não traz grandes avanços de desempenho, entregando performance similar ao antecessor (Imagem: Reprodução/Geekbench)
Com 8 GB de RAM e o suposto chip MediaTek Dimensity 7300X, o Motorola Razr 50 não traz grandes avanços de desempenho, entregando performance similar ao antecessor (Imagem: Reprodução/Geekbench)
Foto: Canaltech

O dobrável acessível da Motorola obtém 1.033 pontos em single-core e 2.751 pontos em multi-core, praticamente empatando com o Snapdragon 7 Gen 1 que equipa seu antecessor, o Razr 40. Nas mesmas condições, o modelo da geração anterior entrega 964 pontos em single-core e 2.764 pontos em multi-core. Com esses resultados, o Razr 50 não deve ser tão atraente, ao menos em performance pura.

Considerando que o Snapdragon 7 Gen 1 é fabricado com a litografia de 4 nm da Samsung, enquanto o Dimensity 7300X deve possivelmente usar a litografia de 4 nm da TSMC, é provável que a eficiência energética do chip da MediaTek seja muito superior, garantindo melhor autonomia de bateria. Caso a diferença seja mesmo muito grande, esse ponto pode já justificar a existência da nova geração. Ainda assim, vai ser preciso aguardar pelo lançamento e os reviews para termos certeza de haver melhorias.

Amplamente vazado nos últimos dias, o Motorola Razr 50 é esperado para manter o foco no custo-benefício e a construção com tecido que imita couro, mas trazendo avanços significativos em algumas áreas. A principal delas estaria na adoção de uma tela OLED externa muito maior, próxima à do Razr 40 Ultra, com 3,6 polegadas.

Outros pontos fortes incluiriam a tela OLED interna de 6,9 polegadas com resolução Full HD+ e taxa de atualização de 120 Hz, opções entre 8 GB e 16 GB de RAM, e entre 128 GB e 1 TB de armazenamento, bateria de 4.200 mAh com carregamento de 33 W, câmera dupla com sensor principal de 50 MP e Android 14 de fábrica.

Ainda não há previsão de estreia do Razr 50, nem do mais poderoso Razr 50 Ultra, mas o número crescente de vazamentos é um forte indício que sugere que a revelação pode ocorrer a qualquer momento.

Fonte: MySmartPrice

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade