PUBLICIDADE

Meta e AWS vão capacitar 50 mil brasileiros em treinamento gratuito

A Meta e a AWS anunciaram hoje uma iniciativa para capacitar 50 mil brasileiros em nuvem, marketing digital e tecnologias para o metaverso até 2023

5 ago 2022 - 21h15
(atualizado em 6/8/2022 às 20h45)
Ver comentários
Publicidade

A Meta, dona do Facebook, Instagram e WhatsApp, anunciou um projeto de capacitação de 50 mil brasileiros em tecnologias voltadas às áreas de nuvem, marketing digital e tecnologias para o metaverso até 2023. A iniciativa será lançada em parceria com a Amazon Web Services (AWS) dentro de um novo programa chamado Portal Tech.

O projeto é voltado a pessoas com mais de 18 anos, destinado a indivíduos formados em escolas públicas, com prioridade para a capacitação de mulheres, pessoas negras e membros da comunidade LGBTQIA+ nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Goiás, Pernambuco, Alagoas e Amazonas.

A iniciativa planeja levar treinamento a um grande número de pessoas e atender a necessidade de talentos em computação em nuvem de toda a América Latina.

Foto: envato-peus80 / Canaltech

A parceria entre as duas empresas quer estimular o um ciclo virtuoso por meio da capacitação de pessoas em situação de vulnerabilidade social, sejam jovens que dão os primeiros passos na carreira, sejam profissionais que buscam recolocação no mercado de trabalho.

Cleber Morais, diretor geral da Amazon no Brasil explica a necessidade de iniciativas do tipo. Ele aponta um estudo da Brasscom que revela um déficit estimado de 530 mil profissionais na área de TI até 2025, ao mesmo tempo em que há 10 milhões de brasileiros desempregados e 40% da população no mercado informal.

Projeto de Capacitação da Meta e AWS terá duas fases

O projeto será dividido em duas fases. A primeira começará ainda em agosto, com objetivo de capacitar 25 mil pessoas em fundamentos da nuvem AWS, oferecido gratuitamente pela Ka Solution, parceira da Amazon. As outras 25 mil pessoas terão acesso a cursos básicos gratuitos de realidade aumentada (Spark AR) e marketing digital na plataforma Blueprint da Meta.

A segunda fase proporcionará locais para o uso de computadores a 2 mil estudantes moradores de 17 cidades, onde a escola profissional Proz Educação tem unidades físicas ou parcerias. Como requisito, eles terão que passar por um treinamento inicial e demonstrar interesse em trabalhar com essas tecnologias.

Para participar, os candidatos devem ter cursado o ensino médio em escola pública. Também serão observados critérios de gênero e raça, com prioridade para mulheres e pessoas negras. Os selecionados serão formados em Introdução à Programação em um curso online e presencial voltado a habilidades técnicas, como introdução à programação em Javascript, introdução a web services, Node JS e bancos de dados.

As cidades onde a Proz Educação tem unidades ou parcerias são: Diadema, Mogi das Cruzes, Guarulhos, Carapicuíba, Sacomã e Campo Limpo, em São Paulo; Belo Horizonte, Contagem, Divinópolis, Juiz de Fora, Montes Claros e Uberlândia, em Minas Gerais; Curitiba; Goiânia; Recife; Maceió e Manaus, Amazonas. Os estudantes que não tiverem computador em casa poderão usar os equipamentos da Proz ou das organizações parceiras.

Fonte: PortalTech

Trending no Canaltech:

Canaltech
Publicidade
Publicidade