PUBLICIDADE

Microsoft pode tirar Surface do mercado após adoção do Windows 8

20 jun 2012 - 09h55
(atualizado às 10h22)
Compartilhar

A Microsoft não tem intenção real de vender hardware com marca própria e deve retirar do mercado seu tablet assim que os fabricantes lançarem seus aparelhos rodando Windows 8, indicou o fundador da Acer, Stan Shih. Segundo o executivo, o real objetivo da Microsoft com o recém-anunciado Surface é impulsionar a adoção o Windows 8 pelas fabricantes. As informações são do DigiTimes.

O projeto do Surface foi todo desenvolvido pela própria Microsoft e é ’um palco para o novo Windows
O projeto do Surface foi todo desenvolvido pela própria Microsoft e é ’um palco para o novo Windows
Foto: AFP

Infográfico: Surface, iPad ou Galaxy Tab? Veja comparação entre os tablets

"A Microsoft espera que comercializar os seus tablets com marca própria irá incentivar os fornecedores a oferecerem o Windows 8 e, assim, ajudar a expandir a demanda do mercado para sua linha de produtos", afirmou o executivo da fabricante taiwanesa. Ele diz que os parceiros de hardware da Microsoft devem encarar de forma positiva o lançamento do Surface, já que vai beneficiar o marketing da companhia.

Segundo Shih, a Microsoft não tem interesse em comercializar o hardware, já que a venda de PCs dá um lucro muito menor que o licenciamento dos seus produtos de software. Além disso, a Microsoft pode enfrentar problemas logísticos na produção e distribuição dos aparelhos.

A Microsoft anunciou o Surface na segunda-feira em evento em Los Angeles, nos Estados Unidos. Apresentado como "o palco do novo Windows", o modelo tem apenas 9,3 mm de espessura, com portas USB 2.0, todo feito em magnésio. A tela tem 10,6 polegadas e o aparelho tem acesso a todos os aplicativos padrão da Windows Store.

Fonte: Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra