PUBLICIDADE

Retorno à Lua não deve acontecer antes de 2027, alerta relatório

Novo relatório aponta que atrasos no desenvolvimento do lander lunar da SpaceX e dos trajes espaciais da Axiom Space podem adiar a missão Artemis III para 2027

4 dez 2023 - 18h49
(atualizado em 5/12/2023 às 09h31)
Compartilhar
Exibir comentários

O pouso lunar tripulado da missão Artemis III não deve acontecer antes de 2027. É o que apontou a conclusão de um relatório do Escritório de Contabilidade do Governo dos Estados Unidos (GAO), que foi publicado na última sexta-feira (30).

"A NASA e suas contratadas fizeram progresso desde o nosso último relatório nas missões Artemis, mas ainda estão enfrentando desafios com o desenvolvimento do lander lunar e de trajes espaciais", destaca o relatório. O documento aponta que o progresso tem sido lento em dois elementos essenciais do programa Artemis.

Um deles é o módulo de pouso Human Landing System (HLS), da SpaceX, que vai ser uma versão modificada do foguete Starship. O outro são os trajes espaciais e sistemas de apoio para caminhadas na Lua, desenvolvidos pela Axiom Space.

Representação do módulo lunar HLS (Imagem: Reprodução/SpaceX)
Representação do módulo lunar HLS (Imagem: Reprodução/SpaceX)
Foto: Canaltech

Sem eles, a NASA não deve conseguir cumprir o objetivo de pousar novos astronautas na Lua até 2025. Segundo o relatório, "a SpaceX está enfrentando problemas múltiplos que limitam o progresso e prejudicam a habilidade de apoiar uma missão Artemis III em 2025".

Entre as questões mencionadas, estão o cronograma ambicioso da empresa, os atrasos no desenvolvimento do HLS e problemas técnicos. Por isso, o GAO conclui que, ao considerar o tempo necessário para a finalização de projetos na NASA, sempre foi pouco provável que esta versão do Starship fique pronta até 2025.

Tal possibilidade já havia sido observada pela NASA há alguns meses. A agência espacial vem percebendo que ainda há muito trabalho pela frente até o lander lunar ser finalizado, e por isso, considerou a possibilidade de adiar o pouso da Artemis III para 2026.

Trajes espaciais do programa Artemis

O relatório apontou também possíveis atrasos nos novos trajes espaciais da Axiom Space, feitos em parceria com a Prada. A análise preliminar do projeto dos trajes deveria ter sido concluída em novembro, mas nem a Axiom Space e nem a NASA haviam finalizado a avaliação até o fim daquele mês.

Foto: NASA / Canaltech

Segundo o relatório, a Axiom Space planeja refazer algumas partes dos trajes tomando como base um design já criado pela NASA. A mudança é necessária para cumprir os requisitos de segurança da agência espacial, que exigem que os trajes ofereçam recursos de apoio à vida por 60 minutos. Entretanto, o GAO observa que as mudanças podem causar mais atrasos.

Fonte: GAO

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade