PUBLICIDADE

Meteoritos atingem casa em Goiás e assustam moradores

Em um vídeo, um morador mostrou estragos no telhado, forro e até no piso de cerâmica em sua casa; ele relatou que o impacto das rochas causou um barulho alto

20 jul 2022 - 12h39
(atualizado às 13h55)
Ver comentários
Foto: Reprodução / Canaltech

Neste domingo (17), moradores de Portelândia, em Goiás, se assustaram ao ouvir um forte som causado pelo impacto do que parecem ser meteoritos em ao menos uma residência. Um morador da cidade, que preferiu não se identificar, fez um vídeo onde mostra buracos no teto e outros estragos causados pela passagem das possíveis rochas espaciais em sua residência.

Ele relatou à TV Anhanguera que estava assistindo televisão em sua casa, enquanto sua esposa preparava o almoço na área externa. Então, ele ouviu um som alto e se assustou. "Por incrível que pareça, a gente acredita que seja um meteoro. Ele passou a telha, passou o forro, fez esses buracos e bateu na cerâmica", comentou ele.

Confira as imagens das rochas:

No vídeo, o morador mostra estragos causados pela passagem das rochas na estrutura da casa e até no piso. "Foi uma explosão muito grande, [a gente] escutou um barulhão muito grande, como o de um avião", relatou. O morador mostrou que conseguiu coletar um pouco dos objetos, e manteve alguns fragmentos de cor escura envolvidos em um tecido amarelado.

O Prof. Dr. Rodolfo Langhi, coordenador do Observatório Didático de Astronomia "Lionel José Andriatto", da Universidade Estadual Paulista (Unesp), câmpus de Bauru (SP), observa que é possível que meteoritos atinjam residências, mas que eventos do tipo são bem raros. "De fato, isso é possível de acontecer mesmo: na história, há poucos registros de meteoritos caindo em telhados", disse, em entrevista ao Canaltech. "Dá para contar nos dedos!".

Ele nota que, em geral, os meteoritos costumam cair bastante espalhados, ficando a vários metros ou quilômetros de diância entre si — mas, pelas imagens do vídeo, as rochas parecem ter caído todas juntas. "Porém, para serem confirmados, eles precisam ser levados para uma análise em laboratório por especialistas em meteorítica", ressaltou. 

Meteoro ou meteorito?

Os meteoros são fenômenos brilhantes que ocorrem quando objetos espaciais (como fragmentos de asteroides e cometas, por exemplo) entram na atmosfera a altas velocidades, sendo queimados. O professor explica que, em média, a Terra recebe cerca de 40 toneladas de rochas espaciais, mas grande parte deste total acaba consumida e desintegrada quando se queima na atmosfera em função do atrito com o ar. "A maioria é menor que um grão de arroz, e viram poeira em suspensão na atmosfera", disse. 

Isso pode mudar no caso de rochas maiores, já que algumas delas não se queimam completamente e acabam atingindo a superfície; assim, quando alguns pedacinhos de rochas conseguem chegar ao solo, recebem o nome "meteoritos". "Como a maior parte da superfície do planeta não é habitada, a probabilidade de atingir alguém ou uma casa diminui ainda mais", observou o professor Langhi. "Então, se realmente esse ocorrido em Goiás for confirmado, esse homem teve um privilégio e tanto!"  

Fonte: G1

 

Trending no Canaltech:

Canaltech
Publicidade
Publicidade