PUBLICIDADE

"Filhotes" do Ingenuity vão ajudar a trazer amostras de Marte para a Terra

Nova arquitetura para a missão Mars Sample Return leva em consideração a longevidade do Perseverance e o sucesso do Ingenuity; amostras devem chegar em 2033

27 jul 2022 - 18h24
(atualizado às 19h45)
Ver comentários
Publicidade

A NASA anunciou nesta quarta-feira (27) uma nova arquitetura para a missão Mars Sample Return (MSR), que irá trazer para o nosso planeta as amostras de solo marciano que estão sendo coletadas pelo rover Perseverance.

Segundo a agência, o programa está chegando ao fim da fase de "design conceitual". A principal mudança em relação ao conceito anterior é a eliminação do Sample Fetch Rover. No plano original, este robô iria percorrer a superfície de Marte coletando as amostras deixadas pelo Perseverance em pontos específicos do planeta.

Depois, elas seriam levadas até o Mars Ascent Vehicle (MAV), um foguete que irá enviá-las à órbita marciana. Lá, seriam capturadas por uma espaçonave chamada Earth Return Orbiter (ERO), que irá fazer a viagem até a Terra.

No novo conceito, o Perseverance será o principal meio de transporte das amostras até o Sample Retrieval Lander, que contém o MAV. Ele será auxiliado por dois helicópteros baseados no design do Ingenuity, chamados Sample Recovery Helicopters, que fornecerão "capacidade secundária" de recuperação das amostras.

Foto: NASA/JPL-Caltech / Canaltech

"A fase de design conceitual é quando cada aspecto da missão é colocado debaixo de um microscópio", disse Thomas Zurbucken, administrador associado para ciência na sede da NASA em Washington.

"Há algumas mudanças significativas e vantajosas no plano, que podem ser diretamente atribuídas aos recentes sucessos do Perseverance na cratera Jezero e ao excepcional desempenho de nosso helicóptero em Marte".

A nova arquitetura também leva em consideração uma análise recente da longevidade esperada do Perseverance. Embora construído para operar por um ano Marciano (687 dias aqui na Terra), é esperado que ele funcione por muito mais tempo, assim como seu irmão mais velho, o Curiosity, que já explora Marte há quase 10 anos.

A NASA espera lançar o Earth Return Orbiter e o Sample Retrieval Lander no Outono (no hemisfério norte) de 2027 e verão (novamente, no hemisfério norte) de 2028, respectivamente. Com isso, as primeiras amostras de solo marciano chegariam à Terra em 2033.

Fonte: NASA

Trending no Canaltech:

Canaltech
Publicidade
Publicidade