PUBLICIDADE

Apple Vision Pro chegará a mais sete países após a WWDC, aponta site

Novos rumores indicam que o Apple Vision Pro pode chegar a mais sete países em breve, em resposta à suposta queda de demanda nos Estados Unidos

14 mai 2024 - 18h39
(atualizado às 20h57)
Compartilhar
Exibir comentários

Quase um ano depois de lançar seu headset Apple Vision Pro nos Estados Unidos, a Apple deve finalmente levar o dispositivo a mais países em breve. De acordo com a agência de notícias Bloomberg, o lançamento global estaria previsto para ocorrer pouco depois da WWDC 2024, principal conferência da Maçã no ano, marcada para acontecer a partir do dia 10 de junho.

Foto: Divulgação/Apple / Canaltech
Apple Vision Pro pode chegar a mais sete países daqui a algumas semanas (Imagem: Bram Van Oost/Unsplash)
Apple Vision Pro pode chegar a mais sete países daqui a algumas semanas (Imagem: Bram Van Oost/Unsplash)
Foto: Canaltech

Segundo as informações, a expansão de disponibilidade do Vivion Pro deve começar por sete países, incluindo Alemanha, Austrália, China, Coreia do Sul, França, Japão e Singapura. Por enquanto, o Brasil não está na lista de destinos do Vision Pro.

Além disso, a agência também indicou que funcionários das lojas pelo mundo estão recebendo treinamento especial na sede da Apple, assim como já aconteceu com empregados estadunidenses na preparação da estreia do headset na América do Norte. A ideia é familiarizar potenciais consumidores com o novo produto, entregando uma boa primeira impressão.

A possível chegada do Vision Pro em mais mercados acontece em um contexto de suposta queda nas vendas do produto em solo norte-americano. Especula-se que a demanda decresceu de forma contundente, após o produto ter virado uma febre nos seus primeiros dias — estima-se que a quantidade de headsets remetidos seja de aproximadamente 450 mil neste ano, bem menos que os 800 mil previstos anteriormente. 

O "computador espacial" da Apple teria sofrido expressiva queda de demanda nos EUA (Imagem: Ivo Meneghel Jr/Canaltech)
O "computador espacial" da Apple teria sofrido expressiva queda de demanda nos EUA (Imagem: Ivo Meneghel Jr/Canaltech)
Foto: Canaltech

Alguns problemas apontados que poderiam atrapalhar a popularização do produto incluem a sua falta de aplicações práticas. Especulações indicam que muitos consumidores se impressionam com a tecnologia, mas não encontram formas realmente úteis de usá-la. Para muitos, a computação espacial não entrega uma experiência melhor que a computação tradicional, com PCs ou notebooks, por exemplo. 

O preço é outro fator determinante, visto que o Vision Pro custa nada menos que US$ 3.500 (cerca de R$ 18.050 em conversão direta) nos EUA. O valor a ser cobrado nos outros países não foi divulgado até o momento.

Por isso, rumores apontam que uma suposta segunda geração do Apple Vision Pro teria uma variante com preços bem mais controlados, na casa dos US$ 1.500 (~R$ 7.736). No entanto, é provável que a Apple precise cortar algumas funções do produto para que essa redução seja viável. 

Fonte: Bloomberg

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade