PUBLICIDADE

Amazon e Vrio anunciam internet via satélite concorrente de Elon Musk no Brasil

Vrio, parceira da Amazon, oferecerá banda larga via satélite do Projeto Kuiper em sete países da América do Sul e vai concorrer com a Starlink de Elon Musk

14 jun 2024 - 07h30
(atualizado às 20h39)
Compartilhar
Exibir comentários

A internet de banda larga via satélite Starlink terá em breve uma forte concorrente no mesmo modelo de mercado em que o serviço de Elon Musk é oferecido atualmente no Brasil. Nesta quinta-feira (13), a Vrio, controladora das companhias de comunicação Sky Brasil e DIRECTV Latin America, anunciou sua própria provedora nesse nicho com o suporte da estrutura orbital da Amazon.

Foto: Amazon / Canaltech

A Vrio Corporation terá a parceria com o Projeto Kuiper, a rede de banda larga via satélite de baixa órbita terrestre da Amazon, no acordo de distribuição para oferecer conectividade de "Internet rápida e acessível em sete países da América do Sul".

A companhia terá essa estrutura como base para a oferta de serviços de conexão a clientes residenciais na Argentina, Brasil, Chile, Uruguai, Peru, Equador e Colômbia, por meio da DIRECTV Latin America e da Sky Brasil, de acordo com as regulamentações locais.

O comunicado cita "novas opções de conectividade à Internet de alta velocidade e a preços acessíveis, para uma área com uma população total de aproximadamente 383 milhões de pessoas, incluindo aproximadamente 200 milhões de pessoas que o Banco Mundial estima que ainda não estejam conectadas à Internet".

A expectativa do Projeto Kuiper prevê testes com a Vrio e "clientes selecionados" ainda em 2024, enquanto a previsão de ampla oferta comercial ficou para 2025. Ainda não há detalhes exatos sobre a data de estreia do serviço ou preços.

Internet via satélite da Amazon

O Projeto Kuiper foi criado em 2019 com a ajuda de um ex-funcionário da Starlink de Elon Musk, e é a rede de banda larga via satélite de baixa órbita terrestre da Amazon. Além de buscar "dezenas de milhões de clientes que vivem em comunidades não atendidas e mal atendidas em todo o mundo", também mira empresas, telecomunicações e clientes do setor público.

Para isso, o Projeto Kuiper afirma que está implantando "milhares de satélites LEO - conectados entre si por links ópticos de alta velocidade que criarão uma rede em malha no espaço - e ligados a uma rede global de antenas, fibra e pontos de conexão à Internet no solo".

A expectativa do Projeto Kuiper prevê testes com a Vrio e “clientes selecionados” ainda em 2024, enquanto a previsão de ampla oferta comercial ficou para 2025 (Imagem: Divulgação/Amazon)
A expectativa do Projeto Kuiper prevê testes com a Vrio e “clientes selecionados” ainda em 2024, enquanto a previsão de ampla oferta comercial ficou para 2025 (Imagem: Divulgação/Amazon)
Foto: Canaltech

O Projeto Kuiper testou recentemente dois protótipos de satélites na bem-sucedida missão Protoflight, e adiantou que começará a implantar sua constelação de satélites nos próximos meses. Assim, a partir daí é que iniciará demonstrações de serviços com a Vrio e outros clientes selecionados ainda este ano.

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade