Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Sem grana para o implante dentário? Saiba o que fazer

Cerca de 16 milhões de brasileiros vivem sem nenhum dente, o que causa baixa autoestima, vergonha ao sorrir e dificuldade em relacionamentos

27 jan 2022 09h29
| atualizado às 09h38
Compartilhar
Foto: Pexels

O elevado custo de alguns tratamentos dentários, infelizmente, acaba afastando muitas pessoas da cadeira do dentista. Segundo dados do IBGE e Ibope, cerca de 16 milhões de brasileiros vivem sem nenhum dente, o que causa baixa autoestima, vergonha ao sorrir e dificuldade em relacionamentos, além, é claro, das dificuldades de alimentação. 



A boa notícia é que existem opções para mitigar os danos causados pela falta de dentes. Saiba mais sobre o procedimento, como se planejar e reabilitação imediata.



O que fazer quando a pessoa precisa de um implante, mas não possui condições financeiras?

Uma boa dica é a preservação do rebordo alveolar no momento da extração do dente. Quando um paciente necessita extrair um dente, mas não tem a possibilidade de arcar com os custos do implante no momento, pode-se colocar uma membrana ou barreira no ato da extração para preservar o osso no local. A utilização de próteses removíveis ou totais também é uma opção.



O que é a reabilitação imediata?

Reabilitação imediata é o nome dado quando no mesmo ato da cirurgia de implante ou poucos dias após conseguimos deixar o paciente com uma coroa/dente ou prótese provisória ou definitiva instalada sobre o implante.



Quando isso é possível e é indicada?

Quando o implante foi instalado com o que chamamos de carga ou força suficiente sobre o osso. Nem sempre isso é possível, por isso o planejamento de cada caso é o mais importante.



O que é o planejamento reverso?

É quando o dentista planeja o caso do paciente a partir do resultado final que se espera para a prótese. Ou seja, o dentista escolhe qual tipo de prótese é necessária para o caso, quais suas características, posição no arco da boca, entre outros fatores. Então a partir desse planejamento o dentista escolhe onde será colocado o implante para que a prótese seja colocada futuramente no local desejado.



Quais são os tipos de prótese?

Existem coroas unitárias ou múltiplas , ou seja, um ou mais "dentes" colocados sobre um ou mais implantes. Há também a over-denture que é uma prótese total removível abotoada sobre os implantes, dando uma sensação de maior segurança para o paciente, pois ela fica fixa e o paciente só remove para higienizar. Há a prótese tipo protocolo, que é uma prótese total fixa nos implantes por parafusos, nesse caso a prótese não sai, ou seja, o paciente não consegue removê-la. Quando é colocada na arcada superior da boca não possui o chamado "céu da boca", possibilitando ao paciente sentir melhor o paladar e a textura dos alimentos.



Quais cuidados o paciente deve ter com os implantes?

Os implantes também devem ser higienizados, pois apesar de não sofrerem cáries, podem sofrer perda óssea. É preciso manter saudável a gengiva ao redor do implante e fazer visitas frequentes ao dentista para ajustar a oclusão deles. Diferentemente dos dentes que sofrem desgaste ao longo dos anos, as coroas de porcelana sobre implante, por exemplo, não desgastam na mesma intensidade que os dentes. Nesse caso os dentes desgastam mais rapidamente que a coroa, deixando a mesma sofrer uma força excessiva na mastigação, podendo levar até à perda do implante por excesso de força sobre o mesmo.

 

Publicidade
Fonte: FF Este conteúdo é de propriedade intelectual do Terra e fica proibido o uso sem prévia autorização. Todos os direitos reservados.
Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações