Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Spinning: saiba como queimar calorias de um modo divertido

Conheça os benefícios da prática para o emagrecimento, condicionamento físico e saúde mental

17 set 2021 08h32
| atualizado às 09h35
Compartilhar
Spinning
Foto: Shutterstock / Sport Life

O spinning é uma atividade muito popular nas academias do Brasil. Por associar a atividade física com músicas animadas e interação é também uma forma divertida e eficaz de promover saúde e bem-estar. Uma excelente alternativa para as pessoas que buscam perder peso. Afinal, o modo mais efetivo de ter regularidade na prática de exercícios físicos é praticando algum esporte agradável e divertido.

A pandemia de Covid-19 afastou as pessoas de algumas atividades diárias. Muitas academias tiveram que fechar as portas durante a quarentena e isso deixou uma parcela da população mais sedentária. Porém, com o recente avanço da vacinação no Brasil, alguns lugares já começaram a reabrir e receber alunos novamente. E para quem quer correr atrás do tempo perdido e recuperar o estrago que o confinamento fez, nada melhor do que uma atividade gostosa e eficiente.

Publicidade

Segundo o profissional de educação física, Gilberto Ambrogi, o grande diferencial do spinning é que, dependendo da intensidade aplicada, ele consegue queimar até 800 calorias em apenas 1h de aula. "O treino proporciona uma melhora significativa da condição cardiovascular, do tônus muscular nas pernas e glúteos, e ainda possibilita alto gasto calórico", afirma.

A prática também chama a atenção por ser extremamente democrática. Indicada para qualquer pessoa, independente do nível físico ou condição atlética. Basta saber regular as cargas da bicicleta e seguir as orientações de um bom profissional. "A intensidade é facilmente modulada para cada indivíduo, inclusive aqueles que estão largando o sedentarismo ou que apresentam algum histórico de doença não restritiva também podem se beneficiar da modalidade", conta Ambrogi.

De acordo com o treinador, para quem nunca praticou a atividade antes, o ideal é encaixar os treinos de spinning ao menos duas ou três vezes na semana. E, conforme o condicionamento físico se aprimorar, aumentar a frequência semanal. Como bicicleta não promove o impacto das articulações, as chances de lesão são muito baixas. Isso permite até a realização diária da atividade, caso o aluno tenha interesse. Claro, uma avaliação técnica e profissional também é necessária para evitar possíveis exageros.

A realização contínua do spinning também promove uma boa tonificação da musculatura das pernas, já que exige bastante dos membros inferiores. Esse fortalecimento pode, inclusive, auxiliar as pessoas na realização de atividades simples do cotidiano, como subir e descer escadas sem esforço. "A resistência, além de contribuir para a prática de exercícios, ajuda nas atividades do cotidiano, como subir escadas ou caminhar, por exemplo", ressalta Geraldo Chamilet, personal trainer e especialista em spinning.

Publicidade

"Para que o exercício seja praticado corretamente é importante ajustar a bicicleta, como altura do banco, distância entre banco e guidom e altura do guidom, visando a prevenção de lesões musculares e principalmente articulares. Portanto, é fundamental seguir todas as recomendações do professor para uma longevidade na modalidade", finaliza.

Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações