Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Serotonina: o que sua falta provoca e como aumentá-la no organismo

Neurotransmissor é um verdadeiro combustível do prazer e da sensação de bem-estar

26 mai 2022 15h53
Compartilhar
Serotonina é um neurotransmissor
Serotonina é um neurotransmissor
Foto: Shutterstock / Sport Life

É provável que você já tenha ouvido falar que a serotonina é um dos hormônios do prazer. Na verdade, ela é um neurotransmissor responsável por uma espécie de "comunicação" eletroquímica entre os neurônios. Mas, ficou conhecida como uma substância que gera felicidade, justamente, por influenciar positivamente no sono, humor e apetite. Fatores cruciais para o bem-estar de qualquer pessoa.

Sintomas de serotonina baixa

Dessa maneira, a falta de serotonina (ou a pouca presença dela) no organismo, pode comprometer diversas funções cerebrais. Provocando sintomas físicos e psicológicos responsáveis por doenças sérias, como ansiedade e depressão. Os principais sinais de que seu organismo está com níveis baixos do neurotransmissor são:

Publicidade
  • Redução da autoestima;
  • Compulsão alimentar;
  • Fadiga;
  • Diminuição do poder de concentração;
  • Irritabilidade;
  • Mau-humor;
  • Alteração de comportamento;
  • Oscilação de memória;
  • Insônia;
  • Queda do desempenho sexual;
  • Ansiedade;
  • Depressão.

"O humor, o sono bom, o apetite, os ritmos cardíacos, nossa temperatura corporal, sensibilidade e funções cognitivas, são regulados pela serotonina", explica a psicóloga Deise Cristina Gomes, que é especializada em TDHA, ansiedade e depressão.

Como elevar os níveis do neurotransmissor no organismo

Para evitar que esses sintomas apareçam, é fundamental ter um estilo de vida saudável. Afinal, a produção de serotonina está diretamente ligada à prática regular de atividades físicas e ao consumo de alguns alimentos específicos.

"As fontes de serotonina, geralmente, estão nos alimentos, já que a sua produção depende do aminoácido essencial chamado triptofano", conta o Dr. Wanderley Cerqueira de Lima, neurocirurgião e neurologista do Hospital Israelita Albert Einstein. Confira alguns alimentos ricos em triptofano:

  • Chocolate preto;
  • Ovo;
  • Banana;
  • Abacaxi;
  • Tomate;
  • Carnes magras e baixas em gordura;
  • Leite;
  • Cereais integrais;
  • Legumes;
  • Espinafres;
  • Aspargos.

Ou seja, a prática de exercícios e uma boa dieta conseguem aumentar a felicidade. "Não esqueça, o organismo não produz esse aminoácido essencial [triptofano] e a falta dele causa todos esses sintomas relatados", finaliza o Dr. Cerqueira.

Publicidade

Fonte: Saúde em Dia.

Fique por dentro das principais notícias de Bem-estar
Ativar notificações